Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Avenida Paulista recebe campanha de vacinação até o dia 20 de maio

    Serão aplicadas vacinas contra hepatite B, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e dupla adulto (difteria e tétano), Covid-19 e gripe em frente à Fiesp

    Campanha de vacinação realizada em frente ao prédio da Fiesp, na Avenida Paulista, na região central de São Paulo
    Campanha de vacinação realizada em frente ao prédio da Fiesp, na Avenida Paulista, na região central de São Paulo Adriana Toffetti/Ato Press/Estadão Conteúdo

    Lucas Rochada CNN

    em São Paulo

    Com o objetivo de ampliar a cobertura vacinal contra diversas doenças na cidade de São Paulo, a prefeitura realiza, desta quarta-feira (18) até o dia 20 de maio, campanha de imunização na avenida Paulista.

    Serão aplicadas vacinas contra hepatite B, tríplice viral (sarampo, caxumba e rubéola) e dupla adulto (difteria e tétano), Covid-19 (doses adicionais da Pfizer) e gripe (influenza). A campanha acontece de 8h30 às 12h30, em frente à sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), na Avenida Paulista, nº 1313.

    Para receber a imunização é necessário levar a carteira de vacinação ou um documento com foto.

    Quem pode receber os imunizantes:

    Dose adicional (D1) contra Covid-19: pessoas maiores de 18 anos que tenham tomado a segunda dose há no mínimo 4 meses (pelo menos 122 dias completos). Aqueles que tiveram Covid-19 recentemente serão liberados para tomar desde que tenha passado 30 dias sem apresentação de qualquer sintoma da doença.

    Segunda dose adicional (D2) contra Covid-19: pessoas com 60 anos ou mais.

    Influenza: grávidas e puérperas (até 45 dias após parto), idosos com mais de 60 anos, profissionais de saúde, crianças acima de seis meses e menores de cinco anos, indígenas, profissionais da educação das escolas públicas e privadas, pessoas com deficiência ou comorbidades. Além disso, também estão elegíveis os cidadãos das forças de segurança e salvamento, Forças Armadas, caminhoneiros, trabalhadores de transporte coletivo rodoviário de passageiros urbano e de longo curso e trabalhadores portuários.

    Tríplice viral: pessoas acima de seis meses que tiverem carteirinha de vacinação e estiverem acompanhadas por um responsável.

    Dupla adulto: pessoas com mais de 7 anos de idade com ou sem carteira de vacinação e um documento com foto.

    Hepatite B: pessoas a partir do nascimento com ou sem carteira de vacinação e um documento com foto.

    A prefeitura afirma que todas as vacinas disponibilizadas são seguras e autorizadas pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa), e constam no calendário de vacinação de crianças, adultos e idosos, do Programa Nacional de Imunização (PNI).

    Gestantes e pacientes imunodeprimidos não poderão tomar a vacina tríplice viral.