Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Bolsonaro e Doria negociam compra da vacina da Pfizer

    Ministério da Saúde decidiu retomar negociações após aprovação de projeto na Câmara e reagindo à intenção do governador paulista de comprar a vacina

    Frasco com vacina contra Covid-19 da Pfizer/BioNTech em hospital da Irlanda
    Frasco com vacina contra Covid-19 da Pfizer/BioNTech em hospital da Irlanda Foto: Liam McBurney/Pool via Reuters (8.dez.2020)

    Caio Junqueirada CNN

    O governo do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) e o governador de São Paulo, João Doria (PSDB), negociam a compra de vacinas da farmacêutica Pfizer.

    Em reunião na manhã desta quarta-feira (3), o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, determinou que o secretário-executivo, Élcio Franco, retomasse as negociações com a Pfizer, emperradas em razão das cláusulas que a empresa queria impor ao Brasil, consideradas abusivas por Brasília.

    Dois fatores motivaram a retomada das negociações. Um, o andamento na Câmara do projeto de lei que permite a compra das vacinas mesmo com as cláusulas que o governo considerava abusivas. Outra, o fato de o governador de São Paulo, João Doria, ter declarado que iria comprar a vacina da Pfizer.

    Doria já começou as negociações com a farmacêutica por meio de sua Secretaria Internacional, a mesma que negociou a vacina Coronavac. As conversas inclusive já começaram. O governador paulista avalia que pode ser mais um triunfo político se, além da Coronavac, ele conseguir obter também a vacina da Pfizer, renegada inicialmente pelo governo federal.