Brasil recebe mais de 8 milhões de doses da Pfizer em cinco dias

Neste domingo (26), serão entregues 2,2 milhões de vacinas, distribuídas em dois voos

Vacina da Pfizer contra a Covid-19
Vacina da Pfizer contra a Covid-19 Geovana Albuquerque/Agência Saúde

Lucas RochaLetícia Brito Silvada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

A farmacêutica Pfizer conclui, neste domingo (26), o envio de 8,4 milhões de doses ao Brasil em cinco dias. O primeiro de dois voos previstos para este domingo já desembarcou no Aeroporto Internacional de Viracopos, em Campinas, por volta de 8h da manhã, com um total de 1.140.750 doses. O segundo lote, com o mesmo número de vacinas, deve chegar ao país na parte da tarde.

As entregas anteriores, realizadas de terça-feira (21) a sexta-feira (24), somam um total de mais de 89 milhões de doses do imunizantes entregues ao país, a partir de contrato da farmacêutica com o Ministério da Saúde.

Apenas no mês de setembro, mais de 35 milhões de vacinas da Pfizer chegaram ao país para integrar o suprimento do Programa Nacional de Imunizações (PNI), responsável pela distribuição aos estados e municípios.

A previsão é de que a Pfizer envie 200 milhões de doses ao país até o final de 2021, por meio de dois contratos com o Ministério da Saúde. O primeiro, assinado em 19 de março, prevê a entrega de 100 milhões até o final de setembro. O segundo, firmado em 14 de maio, prevê a entrega de mais 100 milhões de doses entre outubro e dezembro.

Estoque previsto para o último trimestre

Além da Pfizer, o Brasil conta com outros fornecedores de vacinas contra a Covid-19 para imunizar a população. De acordo com estimativas da pasta, o país deve receber no último trimestre deste ano, entre outubro e dezembro, um total de 226 milhões de doses dos imunizantes.

O planejamento inclui as entregas da vacina da AstraZeneca pela Fundação Oswaldo Cruz (Fiocruz), a chegada de novas doses da Janssen, além dos imunizantes que fazem parte do consórcio global Covax Facility.

Mais Recentes da CNN