Brasil registra menor taxa de transmissão da Covid-19 em 2021, aponta universidade

Dados consolidados pelo Imperial College, de Londres, mostram indicador do país em 0,81 – ou seja, 100 pessoas contaminadas podem transmitir o novo coronavírus para outras 81

Hospital de campanha do Exército em Porto Alegre
Hospital de campanha do Exército em Porto Alegre ESTADÃO CONTEÚDO

Julyanne JucáGiovanna Bronzeda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

O Brasil registrou queda na taxa de transmissão da Covid-19, segundo dados consolidados pelo Imperial College, de Londres. Divulgado nesta terça-feira (14), com o indicador fechado no dia anterior, o país chegou a 0,81 – o menor número registrado em 2021.

O índice acompanhado e divulgado pela Imperial College mostra a quantidade de pessoas que podem ser infectadas a partir de um único indivíduo diagnosticado com o novo coronavírus, além de indicar a evolução da pandemia nos países.

O dado de 0,81 aponta, portanto, que 100 pessoas contaminadas com a Covid-19 podem transmitir para outras 81. Considerando a margem de erro, o Rt varia entre 0,66 e 0,91.

Esta é a segunda vez em 2021 que a taxa de transmissão no Brasil – desconsiderando a margem de erro – fica abaixo de 0,90. O mesmo ocorreu na semana encerrada em 12 de julho, quando o dado era de 0,88.

Entre os 68 países com transmissão ativa e que tiveram seus dados divulgados pela Universidade, o Brasil está na 16ª posição. A transmissão da doença é maior que a de países como Indonésia (0,60), Mongólia (0,69) e Chile (0,69) – que ocupam as três primeiras posições no ranking desta terça-feira.

Até a noite desta segunda-feira, o Brasil registrava 587.066 mortes e 21.006.424 casos confirmados pela doença, de acordo com o Ministério da Saúde.

Mais Recentes da CNN