Brasil ultrapassa 200 mil casos diários de Covid-19 pela primeira vez

Recorde anterior aconteceu no dia 18 de setembro de 2021, com 150.106 casos num só dia

Teste rápido da Covid-19 com swab nasal é aplicado em paciente.
Teste rápido da Covid-19 com swab nasal é aplicado em paciente. Breno Esaki/Agência Saúde DF

Ingrid Oliveirada CNN

Ouvir notícia

O Brasil registrou, nesta quarta-feira (19), 204.854 novos casos e 338 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas. É a primeira vez que o país apresenta infecções diárias acima de 200 mil.

O recorde anterior aconteceu no dia 18 de setembro de 2021, com 150.106 casos registrados. Os dados são do Conselho Nacional de Secretários de Saúde (Conass).

A média móvel de óbitos ficou em 212, considerando os últimos sete dias.

Outro recorde foi quebrado na média móvel de casos, com 99.974 infecções considerando mesmo período.

Com a atualização, o país tem um total de 23.416.748 casos e 621.855 vítimas da doença desde o início da pandemia, em março de 2020.

De acordo com o Conass, ainda, o Rio de Janeiro teve um aumento de notificações devido a registros represados por problemas técnicos no acesso à base de dados do sistema e-SUS notifica.

A Secretaria de Estado de Saúde informou que o Rio registrou 69.223 casos de Covid-19, sendo que 28.619 eram represados dos anos de 2020 e 2021; e os outros 40.604 estão distribuídos entre as três primeiras semanas epidemiológicas de 2022. “Ou seja, 41% dos casos registrados nesta quarta-feira não aconteceram em 2022”, informou a secretaria.

Número de crianças e adolescentes em UTI sobe 61% nos últimos dois meses em SP

O número subiu de 109 crianças e adolescentes internados em UTI em novembro de 2021 para 171 em 10 de janeiro de 2022. De acordo com o governador João Doria, os dados evidenciam a necessidade de acelerar a vacinação infantil. Leia mais.

Anvisa pede mais informações para decidir sobre liberação de autoteste no país

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) cobrou informações adicionais do Ministério da Saúde para deliberar sobre o uso de autotestes de Covid-19 no Brasil. A decisão divulgada nesta quarta-feira (19) é fruto de votação da Diretoria Colegiada da agência após análise da solicitação feita pelo Ministério da Saúde no dia 13 de janeiro. Leia Mais.

Confira orientações do Ministério da Saúde diante do diagnóstico de Covid-19

Mais Recentes da CNN