Brasil vai fazer censo sobre vacinação da população

Coordenadora do Programa Nacional de Imunização, Carla Domingues explicou à CNN necessidade de entender por que pais estão deixando de vacinar filhos no país

Da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Pesquisadores vão realizar um censo para entender como está a vacinação da população no Brasil. A epidemiologista Carla Domingues, que fez parte do Programa Nacional de Imunização, ligado ao Ministério da Saúde, explicou à CNN que o Inquérito Nacional de Cobertura Vacinal vai investigar os fatores que estão fazendo com que os brasileiros deixem de procurar vacinas, em especial para as crianças.

“A situação é muito grave. No ano passado, nenhuma vacina do calendário da criança atingiu a cobertura vacinal. Nós tivemos mais de 500 mil crianças que deixaram de tomar a vacina de pólio. Isso faz com que a gente possa ter o risco de ter essa doença de novo no nosso território, assim como tivemos o sarampo”, disse.

Leia também:
Governo aposta em vacina de Oxford para uso emergencial
Covid-19: Homem de 82 anos recebe 1ª dose da vacina de Oxford no Reino Unido
Clínicas privadas brasileiras negociam compra de vacina da Índia

Para a médica, a erradicação de doenças como as já citadas, ocorridas através da vacinação, trouxe a falsa sensação de segurança para os brasileiros, e abriu margem para a crença em notícias falsas ligadas aos imunizantes como um todo.

“O Brasil sempre foi referência na área de vacinação, sempre atingiu elevados números de coberturas vacinais, e isso fez com que, ao longo de 40 anos de excelência, doenças evitáveis por vacinação fossem eliminadas do nosso país ou tivesse incidência muito baixa.”

“À medida que essas doenças desapareceram, deram a falsa sensação de segurança para a população, que começa hoje a acreditar nas fake news e fazer com que fiquem com medo de tomar a vacina por acreditar nos possíveis eventos adversos, que são raríssimos”, explicou Carla.

Campanha de vacinação contra sarampo no Rio de Janeiro
Em 2020, Rio de Janeiro intensificou a campanha de vacinação contra sarampo, após aumento de casos
Foto: Tânia Rêgo – 1.fev.2020/ Agência Brasil

(Publicado por: André Rigue)

Mais Recentes da CNN