Instituto Butantan entrega mais 1 milhão de doses da Coronavac ao PNI

Calendário prevê conclusão do contrato de 100 milhões de doses de vacinas até o fim de agosto

Giovanna Galvani, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O Instituto Butantan entregou mais 1 milhão de doses da Coronavac ao Programa Nacional de Imunizações (PNI) na manhã desta sexta-feira (23). Com isso, já são 58,6 milhões de doses entregues dos 100 milhões que compõem o contrato firmado com o Ministério da Saúde.

A entrega foi acompanhada pelo vice-governador de São Paulo, Rodrigo Garcia (PSDB), já que o governador João Doria ainda está em quarentena após contaminar-se com o coronavírus novamente. 

“A expectativa é que no dia hoje a gente alcance 25 milhões de pessoas vacinadas no estado com a primeira dose, e fica aqui o agradecimento a todos os profissionais de saúde que estão na ponta da linha aplicando a vacina no braço”, afirmou Garcia. 

A complementação das doses segue uma sequência de novas entregas. Na última quarta-feira (21), foram liberados 1,5 milhão de doses; na segunda-feira (19), 1 milhão, número repetido na sexta-feira (16). A expectativa do Butantan é entregar os 100 milhões de doses até o fim do mês de agosto.

As doses entregues foram manufaturadas com o Insumo Farmacêutico Ativo (IFA) recebido pelo Butantan no dia 26 de junho. No último dia 13, o Butantan recebeu carga recorde de 12 mil litros de matéria-prima para produzir e entregar mais 20 milhões de doses, informou o Instituto.

Até o momento, segundo apuração da Agência CNN, o Brasil está em 67º lugar no ranking global de aplicação de doses da vacina contra Covid-19 na relação a cada 100 habitantes. O país, que iniciou a vacinação há mais de cinco meses, já esteve na 56ª posição desse ranking e chegou a descer para a 70º – e nas últimas semanas estava em 68º lugar. 

Mais Recentes da CNN