Cidade de SP tem maior taxa de transmissão da Covid-19 já registrada

Dados foram consolidados na plataforma Infotracker, desenvolvida por pesquisadores da USP de São Carlos e da Unesp

Enfermeira prepara teste rápido para Covid-19.
Enfermeira prepara teste rápido para Covid-19. Breno Esaki/Agência Saúde DF

Carolina Figueiredoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

A taxa de transmissão da Covid-19 na cidade de São Paulo atingiu seu pico desde que os dados começaram a ser computados, segundo pesquisadores da Universidade de São Paulo (USP) e da Unesp, que produzem a plataforma Infotracker.

Nesta quarta-feira (26) a taxa está em 1,79, o que significa que cada 100 pessoas infectadas transmitem o vírus para outras 179.

O pico anterior havia sido no dia 28 em março de 2021, quando a taxa chegou a 1,70.

Na plataforma, só estão disponibilizados os dados a partir de janeiro de 2021.

Porém, o coordenador da plataforma e professor da Unesp, Wallace Casaca, informou à CNN que o histórico de 2020 só não foi colocado na plataforma para não poluir o gráfico.

Ele afirma que trata-se da maior taxa desde quando o dado começou a ser computado, em setembro de 2020.

Segundo Casaca, é provavelmente a maior taxa desde o começo da pandemia na capital, “visto que nunca tivemos uma cepa com tamanha capacidade de transmissão aqui no Brasil.”

Mais Recentes da CNN