Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Cientista americana sugere adicionar sal ao chá e gera polêmica

    O assunto viralizou nas redes sociais e até mesmo a Embaixada dos Estados Unidos no Reino Unido se manifestou

    Pesquisadora sugere adicional sal no chá, com argumento embasado na ciência, e gera polêmica
    Pesquisadora sugere adicional sal no chá, com argumento embasado na ciência, e gera polêmica Stefania Pelfini, La Waziya Photography/GettyImages

    Gabriela Maraccinida CNN

    Uma pesquisadora e professora dos Estados Unidos gerou polêmica ao sugerir uma receita inusitada para o chá perfeito: adicionar uma pitada de sal à xícara. A ideia causou alvoroço no Reino Unido – país em que o chá, por ser consumido por milhões de pessoas, se tornou uma espécie de instituição cultural.

    A sugestão curiosa foi feita por Michelle Francl, professora de química no Bryn Mawr College, na Pensilvânia, nos Estados Unidos. A pesquisadora, que escreveu um livro sobre a ciência molecular por trás da xícara de chá perfeita – intitulado “Steeped: The Chemistry of Tea” (“Embebido: a química do chá”, em tradução livre) -, argumenta que a adição de sal é necessária para reduzir o amargor da bebida.

    A receita inusitada viralizou nas redes sociais por parte dos britânicos, que ficaram indignados com a sugestão de Michelle. A repercussão fez com que até a Embaixada dos Estados Unidos no Reino Unido se manifestasse sobre o assunto.

    “Não podemos ficar de braços cruzados enquanto uma proposta tão ultrajante ameaça os próprios fundamentos da nossa relação especial”, escreveu a embaixada em um post viral no X (antigo Twitter), que termina com uma pitada de ironia americana, “a embaixada dos Estados Unidos continuará a fazer o chá da maneira correta – no microondas”.

    As críticas seguiram e a mídia britânica também deu suas opiniões “salgadas” sobre a sugestão da professora. “A professora Francl insistiu que suas descobertas eram sólidas, apesar de vir de um país onde o chá fica em segundo plano em relação ao café – e geralmente é servido gelado”, escreveu o Daily Mail, por exemplo.

    Mas, afinal, por que adicionar sal ao chá?

    De acordo com Michelle, em um artigo publicado no site New Scientist, a ideia de adicionar uma pitada de sal ao chá para reduzir seu amargor está embasada na ciência. “O íon sódio é um elemento-chave do sal e interage com o mecanismo químico que produz a percepção do sabor amargo”, escreve a pesquisadora.

    A professora conta, ainda, que já passou três anos lendo mais de 500 artigos sobre chá para conduzir sua pesquisa sobre o assunto. “Meu trabalho tentou descobrir as respostas para questões antigas, incluindo se o chá é realmente viciante; como o açúcar e os temperos afetam a qualidade de uma xícara de chá; e quanta diferença um bule realmente faz”, continua no artigo.

    Michelle também afirma que não pretendia iniciar “possivelmente a maior crise de bebidas”, mas que se divertiu ao ver algumas respostas sobre “esta tempestade global numa xícara de chá”. “Tem sido muito gratificante ver as respostas dos químicos e do público em geral que, até agora, experimentaram minhas dicas e gostaram delas”, afirma.