CNN Sinais Vitais mostra como funciona o coração artificial

Dispositivo pode mudar a vida de pessoas que precisam de um transplante de coração

Da CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Nesta semana, o CNN Sinais Vitais revela o que é e como funciona o coração artificial. O dispositivo implantado no corpo humano para substituir parte do órgão doente dos pacientes é usado como ponte para o transplante cardíaco.

Isso significa que, enquanto a pessoa está na fila à espera do órgão, o coração artificial assume a função de bombear sangue para todo o organismo. Para executar essa tarefa, é movido por uma bateria, que o paciente pode carregar em uma bolsa.

A reprise do programa apresentado pelo cardiologista Roberto Kalil vai ao ar nesta quarta-feira (12), às 22h30, logo após o Jornal da CNN, na faixa nobre da CNN Brasil. Participam do episódio diferentes especialistas em cirurgia cardíaca, como o cardiologista Fabio Jatene, o cardiopneumologista Paulo Pêgo e a cardiopediatra Estela Azeka.

Coração artificial em crianças

Segundo a cardiologista Estela Azeka, em 2020, o número de cirurgias para a colocação do dispositivo em crianças aumentou no Instituto do Coração, em São Paulo, onde ela atua (veja entrevista no vídeo acima).

Estela destaca que este tipo de procedimento está na contramão de outros que deixaram de ser realizados por causa da pandemia de Covid-19. “Fizemos 21 cirurgias, pois são pacientes graves, que têm prioridade e não podem ser impedidos de receber o transplante”, afirma.

Kalil conta que uma destas crianças é um bebê de 1 ano, que deve ser submetido ao transplante de coração após permanecer por seis meses com um coração artificial. O cardiologista mostra a fábrica de coração artificial do Instituto do Coração, que fica no subsolo do hospital, em São Paulo, e apresenta uma startup que está desenvolvendo um coração em formato 3D.

O médico Paulo Pêgo fala sobre o uso do coração artificial / Reprodução/CNN

O episódio também conta a história de Guilherme Rossi, de 13 anos, a primeira criança brasileira a receber um coração artificial, e a jornada de Ariane, que desenvolveu cardiopatia durante o parto da filha e passou a usar o dispositivo. A trajetória emocionou o cantor Eddie Vedder, vocalista da banda Pearl Jam, que dedicou um show inteiro a ela.

(Publicado por Lucas Rocha, da CNN)

Mais Recentes da CNN