Correspondente Médico: Conheça algumas das possíveis causas do zumbido no ouvido

Neurocirurgião Fernando Gomes tirou dúvidas sobre condição que atinge mais de 25 milhões de pessoas no Brasil

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Na edição desta quarta-feira (10) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes falou sobre zumbido no ouvido, tema sugerido pelo telespectador Ederson Moreira, de Bueno Brandão, em Minas Gerais.

Pela #CorrespondenteMedico nas redes sociais, ele escreveu para o quadro: “gostaria de sugerir o tema zumbido no ouvido. Há um ano, passei por dois otorrinos. Os medicamentos não fizeram efeito. Os barulhos me irritam e não durmo. Será psicológico ou um problema de audição?”.

Segundo o Ministério da Saúde, mais de 25 milhões de brasileiros sofrem com zumbidos. Fernando Gomes disse que a sensação de ruído dentro do aparelho auditivo é a manifestação de algum sintoma.

“Pode configurar quadro clínico de uma doença, por exemplo, um tumor na região, ou até algo mais simples que acaba sendo muito prevalente: a perda auditiva”, afirmou.

De acordo com o médico, a perda da audição pode vir acompanhada do zumbido pois o sistema nervoso central não é capaz de “registrar” a informação do som de forma correta.

“Sabemos que uma situação psicológica também pode aumentar a relevância disso, que fica a todo momento atrapalhando as pessoas”, completou Gomes.

Veja abaixo as possíveis causas e opções de tratamento para o zumbido no ouvido.

Possíveis causas

  • Excesso de álcool e cigarro
  • Alterações hormonais
  • Distúrbios anatômicos

Tratamentos

  • Aparelhos auditivos
  • Terapia do som
  • Terapias complementares (acupuntura, meditação e relaxamento)

“[Para tratar zumbido no ouvido], precisa procurar um médico especialista, que é o otorrinolaringologista, e sempre temos a fonoaudiologia como terapia que vai auxiliar em todo o processo”, disse Fernando Gomes.

(Publicado por: André Rigue)

Mais Recentes da CNN