Correspondente Médico: entenda as fases do luto e como lidar com as perdas

Edição desta terça-feira (2) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes falou sobre as fases do luto e como lidar com as perdas

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Na edição desta terça-feira (2) do quadro Correspondente Médico, do Novo Dia, o neurocirurgião Fernando Gomes falou sobre as fases do luto e como lidar com as perdas.

O assunto pode vir à tona em uma data como hoje, 2 de novembro, Dia de Finados, sobretudo levando em conta que mais de 600 mil famílias perderam alguém para a Covid-19 só no Brasil.

O médico explica que o luto pode atingir pessoas de formas diferentes. E é importante respeitar o tempo de cada um e a maneira como cada pessoa encontra para lidar com a ausência do outro.

“É importante respeitar essa fase que é diferente para cada pessoa. Não dá para medir a dor e o sofrimento de cada um, mas existe um processo de resiliência cerebral que acaba trazendo, depois de um certo tempo, algum conforto”, explica o especialista.

Segundo Gomes, o luto é composto por cinco fases. São elas:

 

O neurocirurgião diz ainda que apesar de o luto ser um processo muito doloroso — e que, às vezes, a pessoa precise de um suporte religioso e/ou profissional da psicologia e psiquiatria –, a tendência é que com o tempo ela passe a lembrar daquilo com amor, carinho e saudade, livre de sentimentos ruins.

“Existem fases do luto e entender que não adianta querer pular ou atropelar estas etapas, porque faz parte do processo do amadurecimento psíquico, ajuda o processo.”

(Publicado por Ligia Tuon)

 

Mais Recentes da CNN