Covid-19: É possível atingir a imunidade coletiva e perdê-la, dizem cientistas

Falta de vacinação para jovens, pessoas que não querem se vacinar e novas variantes são alguns dos obstáculos para frear a disseminação do vírus

China vacina estudantes universitários contra a Covid-19
China vacina estudantes universitários contra a Covid-19 Foto: Costfoto/Barcroft Media via Getty Images

Holly Yan, CNN

Ouvir notícia

A chamada imunidade de rebanho contra a Covid-19 pode ir e vir, garantem os cientistas. Ou podemos nunca conseguir chegar até ela. Veja alguns obstáculos para alcançar e manter a imunidade coletiva, segundo estudos e especialistas.

Jovens

Poucas pessoas com menos de 16 anos receberão a vacina contra a Covid-19 em breve. Anthony Fauci, diretor do Instituto Nacional de Alergia e Doenças Infecciosas dos Estados Unidos, afirma que os norte-americanos mais jovens provavelmente terão que esperar até o início de 2022 pelas vacinas.

E esse é um grande obstáculo à imunidade de rebanho. Os jovens podem não ficar muito doentes com a Covid-19 em grande número, mas ainda podem ser infectados e transmitir o vírus.

Na última semana, cinco estados norte-americanos liberaram vacinas para maiores de 16 anos. A expectativa é de que outros estados também liberem os imunizantes nos próximos meses. 

Antivacinas

De acordo com o monitoramento de vacinas contra a Covid-19 da Kaiser Family Foundation, 20% das pessoas pesquisadas nos Estados Unidos disseram que definitivamente não seriam vacinadas ou só seriam vacinadas por exigência de seu trabalho ou escola.

Se não houver um número suficiente de pessoas dispostas a ser vacinadas, a imunidade coletiva não será alcançada. E, caso isso aconteça, o vírus terá ampla oportunidade de se espalhar.

Variantes

Se o vírus continuar se espalhando e replicando em novas pessoas, terá mais oportunidades de sofrer mutação. Com as significativas mutações, variantes novas e mais perigosas podem surgir.

Isso também significa que as empresas farmacêuticas precisam continuar atualizando suas vacinas para serem eficazes contra as novas variantes, e não é garantido que todas as vacinas terão sucesso contra as novas variantes.

Profissional de saúde prepara dose da vacina da AstraZeneca contra Covid-19
Profissional de saúde prepara dose da vacina da AstraZeneca contra Covid-19
Foto: Kai Pfaffenbach/Reuters

Diminuição da imunidade

A diminuição da imunidade – seja por infecção anterior ou por vacinação – é outra razão pela qual os EUA podem entrar e sair da imunidade de rebanho. Os cientistas ainda não sabem quanto tempo dura a imunidade das vacinas.

Portanto, as pessoas podem precisar de injeções de reforço no futuro, ou injeções anuais que são eficientes contra novas variantes. É dessa forma que funciona a vacina anual contra a gripe no país.

(Este texto é uma tradução. Para ler o original, em inglês, clique aqui.)

Mais Recentes da CNN