Covid-19: EUA planejam dar doses de reforço para americanos em risco, diz Fauci

Segundo o infectologista Anthony Fauci, pessoas com o sistema imunológico comprometido devem receber doses de reforço o mais rápido possível

Foto: Getty Images (Nikom Khotjan)

Reuters

Ouvir notícia

Os Estados Unidos estão trabalhando para dar doses de reforço para americanos com sistema imunológico comprometido o mais rápido possível, à medida que os casos do novo coronavírus continuam aumentando, disse o especialista em doenças infecciosas dos Estados Unidos, Anthony Fauci, nesta quinta-feira (5).

Os Estados Unidos se juntam a Alemanha, França e Israel na aplicação de doses de reforço, ignorando o apelo da Organização Mundial da Saúde (OMS) para esperar até que mais pessoas ao redor do mundo possam receber a primeira dose dos imunizantes.

As agências reguladoras dos Estados Unidos precisam autorizar totalmente as vacinas contra a Covid-19 ou alterar suas pemissões de uso de emergência antes que as autoridades possam recomendar as doses adicionais, mas os Centros de Controle e Prevenção de Doenças (CDC), dos Estados Unidos, estão trabalhando para disponibilizar as terceiras doses mais cedo sob certas circunstâncias, informaram as autoridades em julho.

“É extremamente importante que nos movamos para que esses indivíduos recebam suas vacinas de reforço e agora estamos trabalhando nisso”, disse Fauci em uma chamada à imprensa, acrescentando que as pessoas imunocomprometidas podem não estar suficientemente protegidas com a vacinação atual.

Fauci disse que o aumento dos casos por conta da disseminação da variante Delta nos Estados Unidos pode ser revertido com novas imunizações.

Reportagem de Trevor Hunnicutt e Carl O’Donnell

Mais Recentes da CNN