Brasil ultrapassa 145 mil mortes por Covid-19

Dessas, 708 foram registradas nas últimas 24 horas

Coveiro em traje de proteção sepulta caixão em cemitério de Manaus
Coveiro em traje de proteção sepulta caixão em cemitério de Manaus Foto: Altemar Alcântara/Semcom (17.jun.2020)

Anna Satie, da CNN

Ouvir notícia

O Brasil ultrapassou a marca de 145 mil mortes por Covid-19 nesta sexta-feira (2). Dessas, 708 foram registradas nas últimas 24 horas. 

Também foram contabilizados mais 33.431 casos. Ao todo, o país soma 4.880.523 diagnósticos e 145.388 vítimas fatais da doença causada pelo novo coronavírus. 

O boletim do Ministério da Saúde inclui as confirmações feitas desde a tarde do dia anterior, independemente de quando os episódios tenham acontecido. Há casos que levam dias ou semanas para serem computados por conta do tempo que leva para concluir as análises. 

Leia também:

Vacina com 50% de eficácia já será um ganho enorme, diz gerente da Anvisa

Perda do olfato pode ser um indicador altamente confiável de Covid-19

São Paulo segue como o estado com a maior incidência do vírus, com 997.333 casos e 35.966 mortes. Na sequência, aparecem Bahia (303.404 casos e 6.844 mortes), Minas Gerais (302.082 casos e 7.502 mortes) e Rio de Janeiro (270.395 casos e 18.665 mortes).

Nesta sexta, o governo de São Paulo enviou os documentos da vacina Coronavac à Anvisa para agilizar o registro do potencial imunizante. 

Além das fronteiras, o presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, foi diagnosticado com o novo coronavírus e foi levado para um hospital militar. Mais cedo, os médicos da Casa Branca divulgaram que ele sentia febre e fadiga. 

Mais Recentes da CNN