Brasil tem segundo maior número de mortes por Covid-19 registrado em 24h

Este é o segundo maior aumento diário em toda a pandemia; recorde aconteceu em julho de 2020

Enterro de vítima da Covid-19 no cemitério da Vila Formosa, em São Paulo (SP)
Enterro de vítima da Covid-19 no cemitério da Vila Formosa, em São Paulo (SP) Foto: Amanda Perobelli - 26.jun.2020/Reuters

Anna Satie, da CNN em São Paulo

Ouvir notícia

O Ministério da Saúde confirmou nesta quinta-feira (25) mais 1.541 mortes por Covid-19. Esse é o segundo dia em que mais se registrou vítimas em toda a pandemia —o maior foi em 29 de julho de 2020, quando 1.595 óbitos entraram na contagem. 

Com a atualização, a pasta confirma que o país ultrapassou 250 mil mortos pela doença. A CNN já havia adiantado esse número nesta quarta (24), com informações das secretarias estaduais. Ao todo, 251.498 brasileiros morreram em decorrência da infecção pelo novo coronavírus. 

Mais 65.998 casos também entraram na contagem, totalizando 10.390.461.

Nesta quinta, fez um ano do primeiro caso da doença confirmado no país, com índices crescentes, novas cepas do vírus e sem sinais de arrefecimento da pandemia. 

Oito estados adotaram toques de recolher e Salvador entrará em lockdown a partir desta sexta (26).  

O próprio ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, reconheceu em pronunciamento nesta tarde uma piora da doença em pontos focais do país.

No mesmo evento, o presidente do Conasems (Conselho Nacional dos Secretários Municipais de Saúde), Wilames Freire Bezerra, disse que a fase que se enfrenta agora é a pior desde o início da pandemia. 

“Essa fase que estamos passando agora é uma fase que se desenha muito mais difícil que o momento em que se iniciou a pandemia no Brasil, haja vista os números que são apresentados diariamente”, afirmou. 

Mais Recentes da CNN