Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Demora na vacinação pode comprometer eficácia de imunizantes, diz biomédica

    Biomédica Flavia Sales falou à CNN sobre as variantes do novo coronavírus

    da CNN, em São Paulo

    Além da variante do novo coronavírus identificada no Reino Unido e que já se espalhou por quase 40 países, inclusive com registros no Brasil, pesquisadores também alertam para uma variante identificada na África do Sul que pode ser ainda mais perigosa.

    A biomédica Flávia Sales, uma das pesquisadoras que descobriram o sequenciamento genético do novo coronavírus em dois dias, explica a importância das vacinas contra a doença serem produzidas e aplicadas na população em geral o quanto antes.

    “As mutações ocorrem de forma natural. Quanto mais o vírus é transmitido, mais mutação ele vai tendo. Quanto mais mutações, pode ser que, futuramente, as vacinas não sejam tão eficazes como poderiam ser”, afirmou em entrevista à CNN.

    Assista e leia também:

    Anvisa recebe Butantan para tratar de uso emergencial da Coronavac

    Hospitais da Grande SP têm ocupação de 100% nos leitos de UTI para Covid-19

    A variante do coronavírus identificada no Reino Unido é 56% mais transmissível do que as que já estão em circulação.

    A África do Sul, diz a biomédica, como ainda há poucas sequências disponíveis, necessita de mais estudos para dizer como ela age na população.

    (Publicado por Sinara Peixoto)