Governadores do NE cobram de Pazuello data para vacinar idosos na faixa dos 60

Encontro virtual com o ministro da Saúde foi realizado neste sábado (13)

O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello
O ministro da Saúde, Eduardo Pazuello Foto: Reprodução (18.jan.2021)

Tainá Falcão, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Governadores do Nordeste pediram, em reunião na manhã deste sábado (13) com o ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, um calendário do governo federal para, pelo menos, indicar quando deverá começar a vacinação da população na casa dos 60 anos contra a Covid-19.

Segundo a CNN apurou, o tema é recorrente na agenda de reuniões dos governadores com o Ministério. O consórcio de governadores argumentou que é preciso definir uma data para essa faixa etária que tem sido vítima de grande número de óbitos e internações.

A reunião virtual ocorreu com a participação dos nove governadores do Nordeste. O governador de Alagoas, Renan Filho (MDB) explicou em um vídeo nas redes sociais que o encontro teve como principal objetivo discutir o cronograma de entrega das vacinas. “Nossa prioridade é discutir a redefinição do cronograma de entregas porque nossa necessidade é garantir que o quanto antes a gente vacine o grupo de risco, pessoas acima de 60 anos e pessoas com comorbidades”, disse.

Os governadores também questionaram os atrasos no calendário de entrega das vacinas anunciadas recentemente pelo Ministério, inclusive os atrasos neste mês de março. No encontro, eles reafirmaram a posição de que vacinas devem ser, prioritariamente, destinadas ao Plano Nacional de Imunização. Essa posição defende que Estados assinem os contratos de compra das vacinas com a participação do Ministério da Saúde, que assumiria os pagamentos e a distribuição para todo o Brasil.

O ministro da Saúde demonstrou simpatia à proposta, mas não respondeu oficialmente ao Consórcio. Eduardo Pazuello teria se comprometido a estudar o contrato entre este sábado (13) e o domingo (14) e responder aos governadores na próxima semana.

Cronograma de vacinação
Foto: CNN

A reunião ocorreu um dia após o Ministério da Saúde anunciar a compra de 10 milhões de doses da Sputnik V. O imunizante já estava sendo negociado pelos governadores da região desde agosto do ano passado. O Consórcio do Nordeste pretende fechar acordo para compra com Fundo Soberano Russo na próxima quarta-feira (17). 

Esse acordo prevê adquirir 37 milhões de doses que seriam incluídas no Programa Nacional de Imunização. Os governadores querem que o governo federal se comprometa a ressarcir os valores pagos previstos contrato.

Na sexta, o governador da Bahia, Rui Costa (PT) anunciou que fechou contrato com Fundo Soberano Russo para compra de 9,7 milhões de doses da vacina que será distribuída aos municípios baianos. Esse volume está incluído nas 37 milhões de doses previstas pelo Consórcio.

Mais Recentes da CNN