Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Governo traça mapa de vacinação com 68,8 milhões em grupos prioritários

    O mapa da vacinação em 2021 foi apresentado pelo Ministério da Saúde aos estados em reunião na sexta-feira (8)

    Renata Agostinida CNN



     

    O governo estima que terá de vacinar quase 69 milhões de pessoas para que a imunização dos grupos prioritários seja concluída no país. O mapa da vacinação em 2021 foi apresentado pelo Ministério da Saúde aos estados na quinta-feira (7).

    O documento, ao qual a CNN teve acesso, indica o planejamento mais atualizado do governo sobre como será a campanha nacional de imunização contra a Covid-19 em 2021. A tabela que foi compartilhada com os secretários estaduais de saúde traz a estimativa do número de pessoas por estado em cada um dos grupos prioritários.

    O plano nacional de imunização prevê a vacinação desses grupos em quatro fases. Só de profissionais de saúde, que estão na primeira fase, são quase seis milhões de pessoas, indica o documento. O governo estima ainda que há 4,4 milhões de Idosos de 80 anos ou mais a serem imunizados. 

    Assista e leia também:

    Fiocruz espera chegada de 2 milhões de doses da vacina de Oxford até 19/01

    50 países já iniciaram a vacinação contra Covid-19; Brasil não está na lista

    Governo agiliza importação de vacina contra a Covid-19

    Como era esperado, São Paulo tem a maior população nos grupos prioritários entre os estados do país. São 16,2 milhões de pessoas em todos os grupos, que incluem ainda população indígena, pessoas com deficiência e comorbidades, caminhoneiros, entre outros.

    É quase o número de brasileiros em grupos prioritários em todo o nordeste, onde o governo projeta vacinar cerca de 17 milhões de pessoas nessas quatro primeiras fases.

    O ministério ainda não informou aos secretários de saúde como serão divididas as dois milhões de doses da vacina da Oxford que serão importadas e devem chegar até o dia 20 no país.