Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Imunização em Botucatu testará eficácia da vacina de Oxford contra variantes

    Cidade do interior de SP fará imunização em massa da população; em entrevista à CNN, o prefeito afirmou que toda a população acima de 18 anos será imunizada

    Profissional da saúde prepara vacina AstraZeneca-Oxford para aplicação
    Profissional da saúde prepara vacina AstraZeneca-Oxford para aplicação Foto: Valentyn Ogirenko/Reuters (5.mar.2021)

    Amanda Garcia, da CNN, em São Paulo

    Em Botucatu, município localizado no interior de São Paulo, a vacinação em massa contra a Covid-19 com o imunizante de Oxford/AstraZeneca contra a Covid-19 acontecerá neste domingo (16).

    Em entrevista à CNN nesta sexta-feira (14), o prefeito da cidade, Mário Pardini, explicou que o estudo será mais amplo do que o da cidade de Serrana, que imunizou os habitantes com a Coronavac.

    “Além de imunizar as pessoas que têm mais de 18 anos no domingo, a gente vai fazer o sequenciamento genético de todos os casos positivos para a Covid-19 a partir de domingo, para avaliar a eficácia da vacina contra as novas cepas do coronavírus”, disse Pardini.

    Para conseguir atingir o objetivo de imunização em apenas um dia, a cidade preparou um esquema logístico semelhante ao de eleição. Serão 49 pontos de vacinação, em colégios eleitorais e ginásios.

    “A gente vai simular uma eleição, as pessoas têm que demonstrar cadastro eleitoral, uma conta que comprove o domicílio nos últimos 3 meses, e existe também uma relação de documentos para quem não tem cadastro, mas reside na cidade”, afirmou o prefeito.

    Mário Pardini garantiu que não haverá aglomeração para a imunização, já que foram estabelecidos horários para cada faixa etária. 

    O prefeito contou que, assim que o estudo foi anunciado pelo Ministério da Saúde, houve procura intensa por casas em Botucatu: “A procura foi imensa por casas para alugar, por isso estabelecemos o cadastro eleitoral como critério, a Justiça bloqueou a transferência de títulos para Botucatu. Não adianta alugar casa, não vai conseguir ser vacinado.”

    A pesquisa vai durar até 8 meses, mas a expectativa é de que um mês após a aplicação da primeira dose os números de casos, internações e mortes já apresentem queda.