Internações em leitos de UTI aumentam 58% em São Paulo

Coordenador executivo do Centro de Contingência Contra a Covid-19 de São Paulo, João Gabbardo, revelou dados da pandemia no estado

Anna Gabriela Costada CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista coletiva realizada nesta quarta-feira (12), o governo de São Paulo atualizou os dados sobre a Covid-19 no estado e divulgou as medidas para combater a disseminação do vírus.

O coordenador executivo do Centro de Contingência Contra a Covid-19 de São Paulo, João Gabbardo, falou sobre a alta de internações; segundo Gabbardo, houve o aumento de 58% no número de pessoas internadas nos leitos de UTI nas últimas semanas, e o acréscimo de 99% no número de pacientes nas enfermarias.

“Estamos enfrentando uma pandemia dos não vacinados, dos que não completaram a vacinação e das crianças não vacinadas, esses dois grupos são os responsáveis por esse acréscimo que vislumbramos no número de internações e de casos”, disse o coordenador.

No total, o estado tem 39,01% de ocupação em leitos de UTI. Já a grande São Paulo tem 46,35% de ocupação em UTI com pacientes infectados pela Covid-19.

Ainda de acordo com dados do governo, atualizados nesta quarta-feira (12), o estado de São Paulo tem 1.824 pacientes internados em UTI e 3.679 pacientes em enfermaria.

Covid-19 no estado

Desde o início da pandemia, São Paulo é o estado brasileiro com maior número de mortes e contaminações causadas pelo novo coronavírus.

Até esta quarta-feira, o estado paulista já contabilizava 155.464 mortes e 4.483.053 casos de Covid-19, segundo dados do governo estadual.  Em seguida, Minas Gerais e Paraná aparecem como os estados com mais contaminações pela doença.

Já o índice de vacinação em São Paulo, até esta quarta-feira, é de 85,47% da população com pelo menos uma dose e 79,66% de pessoas com o esquema vacinal completo.

No total, foram aplicadas 87.434.559 doses no estado, segundo dados do governo paulista atualizados até esta quarta-feira.

Mais Recentes da CNN