Na Índia, dez leões já testaram positivo para Covid-19

Os animais, que apresentaram sintomas da doença, estão isolados em parques e zoológicos; a Índia registrou 4.187 mortes por Covid-19 nas últimas 24 horas

Os leões apresentaram febre e foram testados para o novo coronavírus, que confirmou a infecção por SARS-COV2
Os leões apresentaram febre e foram testados para o novo coronavírus, que confirmou a infecção por SARS-COV2 Foto: Reprodução/Hyderabad Goverment

Meenketan Jha, Manveena Swati e Eoin McSweeney, CNN

Ouvir notícia

Dois leões do Etawah Safari Park, no estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia, testaram positivo para Covid-19, de acordo com autoridades do parque. Esses animais se somam aos outros oito leões do Parque Zoológico de Nehru, em Hyderabad, que também contraíram o vírus. 

As amostras dos animais do Etawah Safari Park foram enviadas para teste depois que ambos leões apresentaram febre.  As autoridades acrescentaram que os animais estão em condições estáveis. Eles foram mantidos em isolamento com sua saúde monitorada regularmente.

O Ministério do Meio Ambiente, Florestas e Mudanças Climáticas havia declarado anteriormente que, com base na experiência com outros animais de zoológico que também tiveram resultado positivo para Covid-19 em todo o mundo, “não há nenhuma evidência factual de que os animais possam transmitir a doença aos humanos ainda mais.

O parque Etawah Safari foi fechado para visitantes devido ao aumento de casos de Covid-19 em todo o estado de Uttar Pradesh, lar de 200 milhões de pessoas, de acordo com o censo de 2011 da Índia. O estado mais populoso do país registrou uma média de sete dias de 28.765 casos na sexta-feira (7), de acordo com dados da Universidade John Hopkins.

Em uma forte crítica à forma como o governo de Uttar Pradesh lidou com a crise, o tribunal superior do estado disse nesta terça que a morte de pacientes da Covid-19 devido à falta de oxigênio é um “ato criminoso e não menos do que um genocídio”, de acordo com um julgamento publicado no site do tribunal.

A segunda onda da Índia atingiu duramente suas principais cidades e estados populosos. Os casos na capital, Nova Delhi, começaram a subir no final de março, acelerando rapidamente em abril – e conforme o vírus se espalhava de um estado para outro, outras partes do país começaram a ver seu próprio aumento de casos, às vezes semanas após os pontos centrais.

 Etawah Safari Park, no estado de Uttar Pradesh,
Os leões são acompanhados e estão em isolamento no Etawah Safari Park, no estado de Uttar Pradesh, no norte da Índia
Foto: Shutterstock

Segunda onda da Covid-19 eleva casos e mortes a recordes

O segundo país mais populoso do mundo relatou o maior número de mortes por coronavírus neste sábado (8), com 4.187 registrados em um período de 24 horas, de acordo com dados divulgados pelo Ministério da Saúde do país. É a primeira vez que o número diário de mortes ultrapassa 4 mil, elevando o número total para 238.270.

A Índia também adicionou 401.078 novos casos de Covid-19, o terceiro dia consecutivo em que mais de 400.000 casos foram registrados. O número total de casos é de 21.892.676.

Mais de 167 milhões de doses de vacina foram administradas na Índia, de acordo com um comunicado à imprensa emitido pelo Ministério da Saúde na noite desta sexta-feira (7). Com mais de 34 milhões tendo recebido sua segunda dose, 2,6% da população de 1,3 bilhão de pessoas da Índia está totalmente vacinada.

(Este texto é uma tradução. Para ler o original, em inglês, clique aqui)

Mais Recentes da CNN