Não é “razoável” parar vacinação de adolescentes, diz Wellington Dias

Governadores da região Nordeste fecharam posição de que “não é razoável neste momento” adotar recomendação do Ministério da Saúde e parar a vacinação de adolescentes

Daniela Lima

Ouvir notícia

O governador do Piauí, Wellington Dias, presidente do Consórcio Nordeste, diz que os governadores da região fecharam posição de que “não é razoável neste momento” adotar recomendação do Ministério da Saúde e parar a vacinação de adolescentes.

“Neste instante, em que a gente tem uma situação de tanta confusão relacionada à vacina, depois de ter uma posição do Plano Nacional de Imunização, o Ministério da Saúde adota recomendação que contraria aquilo que está em andamento em todos os municípios”, disse Dias.

“É algo incompreensível. Queremos caminhar na linha de salvar vidas”, concluiu.

Numa guinada que chocou secretários de Saúde de todo o país, o Ministério da Saúde recomendou parar a vacinação de adolescentes, contrariando entendimento anterior da própria pasta.

A mudança da orientação não teve aval da Anvisa, que divulgou nota sobre o assunto. São Paulo e Rio de Janeiro já anunciaram que seguirão vacinando, seguindo os critérios da agência reguladora.

Mais Recentes da CNN