Pfizer pedirá autorização de uso de vacina em crianças no Brasil em novembro

A decisão acompanha a recomendação dos conselheiros da FDA, dos Estados Unidos, pela autorização de uso emergencial da vacina em crianças de 5 a 11 anos

Vacinação contra a Covid-19 em Jacareí (SP)
Vacinação contra a Covid-19 em Jacareí (SP) Alex Brito/PMJ

Lucas RochaCarolina Figueiredoda CNN

em São Paulo

Ouvir notícia

A farmacêutica Pfizer anunciou nesta quarta-feira (27) que irá realizar, no mês de novembro, a submissão junto à Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) do pedido de aprovação para o uso da vacina contra a Covid-19, chamada tecnicamente Comirnaty, em crianças de 5 a 11 anos de idade.

A decisão acompanha a recomendação dos conselheiros da Food and Drug Administration (FDA) – órgão semelhante à Anvisa nos Estados Unidos, pela autorização de uso emergencial da vacina na mesma faixa etária.

De acordo com o Comitê Consultivo de Vacinas e Produtos Biológicos Relacionados da FDA, há um entendimento de que os benefícios da vacinação de crianças mais novas são superiores aos riscos.

A autoridade sanitária dos Estados Unidos afirmou que a vacina da Pfizer atendeu aos critérios da agência para respostas imunológicas em um estudo em crianças de 5 a 11 anos.

Mais Recentes da CNN