Prefeitura de SP deve decidir sobre o fim da exigência de máscaras em dez dias

Duque de Caxias foi a primeira cidade do país a derrubar a obrigatoriedade do uso do equipamento de proteção

Bruna Macedoda CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

A Prefeitura de São Paulo prevê a definição sobre o fim do uso obrigatório de máscaras em até dez dias. A resposta virá a partir de um estudo que já está sendo realizado na capital paulista.

Além do estudo, para a definição sobre fim do uso obrigatório de máscaras, é preciso que 100% da população acima dos 60 anos tenha recebido a dose de reforço e 90% dos adultos com 18 anos ou mais estejam com a segunda dose da vacina contra a Covid-19 aplicada.

À CNN, Edson Aparecido, secretário municipal de Saúde, afirmou que muito provavelmente a obrigatoriedade continuará mantida no mês de outubro, mas que a partir do início de novembro o debate virá à tona novamente.

Primeira cidade a desobrigar o uso de máscara

Com 46,8% de cobertura vacinal completa, a Prefeitura de Duque de Caxias, na Baixada Fluminense, publicou, na tarde desta terça-feira (5), um decreto desobrigando o uso de máscara facial no município. A cidade, agora a primeira do país a derrubar a obrigatoriedade do equipamento de proteção, tem pouco mais de 900 mil habitantes e acumula mais de 25 mil casos confirmados de Covid-19 (25.936).

Segundo a prefeitura do município fluminense, a nova determinação leva em conta o número de pessoas vacinadas contra o novo coronavírus na cidade e os índices de casos da doença.

Mais Recentes da CNN