Rio de Janeiro tem maior número de casos de Covid-19 desde setembro

Em 24 horas, mais de 11 mil pessoas testaram positivo para a doença na capital fluminense

Demanda por testes também aumentou nos últimos dias
Demanda por testes também aumentou nos últimos dias Myke Sena/MS

Isabelle Resendeda CNN

Rio de Janeiro

Ouvir notícia

A cidade do Rio de Janeiro contabilizou 11.043 novos casos de Covid-19 nesta quarta-feira (12). Este é o maior número de contaminados em 24 horas desde setembro de 2021. Até agora, foram realizados 283,2 mil testes rápidos de antígeno na rede pública da capital. E a taxa de positividade já chega a 50%.

Para evitar o desabastecimento de testes, representantes da rede de saúde privada decidiram priorizar a testagem em pacientes com sintomas graves ou que tenham alto risco de contrair a doença, além de pessoas que aguardam por uma cirurgia e gestantes. Na rede municipal, o secretário de Saúde do Rio, Daniel Soranz, garantiu que, neste momento, não há risco de faltar testes para a Covid-19. Segundo o secretário, a cidade recebeu 900 mil kits do Ministério da Saúde.

Apesar do aumento na quantidade de infectados, o número de pessoas internadas nos hospitais da rede Sistema Único de Saúde (SUS) da capital corresponde a cerca de 3%. De acordo com o painel da Prefeitura do Rio, até às 18h desta quarta-feira (12), 233 pessoas estavam hospitalizadas e 40 aguardavam por um leito. A taxa de ocupação de leitos, incluindo de enfermaria e Unidade Terapia Intensiva (UTI), está em 51%.

Dos pacientes internados com Covid, 90,7% não têm o esquema vacinal completo. Devido ao aumento de internações, a Prefeitura do Rio solicitou ao Ministério da Saúde a reabertura de 400 leitos, sendo 250 no Hospital Federal de Bonsucesso e 150 no Hospital Universitário Clementino Fraga Filho, mas ainda aguarda um posicionamento da pasta. Outros 50 leitos para Covid foram reativados, no Hospital Ronaldo Gazolla, referência no tratamento da doença na capital.

 

* Com informações de Leandro Resende e Cléber Rodrigues.

Mais Recentes da CNN