Saiba a importância de tomar a segunda dose da vacina contra a Covid-19

Muitos idosos não voltaram para receber a imunização completa, o que pode gerar um aumento de internações

Adriana de Luca, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

Muitas pessoas que já tomaram a primeira dose da vacina contra a Covid-19 não voltaram para receber a segunda, o que é totalmente contraindicado pelos médicos. 

Na Paraíba, por exemplo, mais de 75 mil pessoas não retornaram aos postos de vacinação após receberem a primeira aplicação. Já em Santos, no litoral paulista, dois mil idosos com mais de 80 anos não completaram a imunização. 

De acordo com a epidemiologista e ex-coordenadora do Programa Nacional de Imunização (PNI), Carla Domingues, a possibilidade de infecção após a aplicação de uma dose ocorre pelo fato de o organismo não possuir todos os anticorpos necessários para combater o vírus. 

Com isso, a médica reforça a importância de manter os cuidados preventivos, como o uso de máscara e o isolamento social: “Medidas não farmacológicas deverão ser continuadas, até que tenhamos realmente uma queda importante da circulação do coronavírus”, disse.

Segundo pesquisadores da Fiocruz, o relaxamento de idosos quanto às medidas restritivas após a aplicação da primeira dose pode levar a um aumento no número de internações.

A possibilidade de contrair Covid-19 no intervalo entre as doses é a principal hipótese considerada por especialistas para a morte de Agnaldo Timóteo, que ocorreu depois de o cantor já ter recebido imunização completa. 

Aplicação da vacina contra Covid-19 no Rio de Janeiro
Aplicação da vacina contra Covid-19 no Rio de Janeiro
Foto: Delmiro Júnior/Agência O Dia/Estadão Conteúdo (19.mar.2021)

(publicado por Fernanda Colavitti)

Mais Recentes da CNN