Sintomas de Covid-19 podem virar doença crônica, diz instituto de saúde dos EUA

Órgão americano promete esforço para ajudar pacientes que sofrem as consequências da doença meses após o diagnóstico positivo

EUA ainda sofre com agravamento da pandemia (24.jan.2021)
EUA ainda sofre com agravamento da pandemia (24.jan.2021) Foto: Reprodução / CNN

Lauren Mascarenhas,

da CNN,

Ouvir notícia

Para algumas pessoas, os sintomas que perduram por meses depois do diagnóstico positivo para a Covid-19 podem se tornar uma doença crônica. A afirmação foi feita por Francis Collins, diretor do Instituto Nacional de Saúde dos Estados Unidos (NIH), nessa segunda-feira (1).

Temo que algumas pessoas que tiveram essas complicações há três ou quatro meses possam não estar progredindo para uma melhora em pouco tempo, e isso pode se tornar uma doença crônica

Francis Collins para a rede de televisão NBC

 

“Isso é cruel. Isso é apenas mais um desgosto que não prevíamos”, completou. “Eu prometo a você que estamos focados em entender isso. Não haverá pedra sobre pedra. Nós vamos descobrir isso.”

O órgão americano lançou recentemente uma iniciativa com o objetivo de compreender melhor as consequências de longo prazo da Covid-19 e como ajudar as pessoas que tiveram ou estão com a doença.

“Sabemos que 28 milhões de pessoas tiveram Covid nos Estados Unidos. Mesmo que 1% delas tenham consequências crônicas de longo prazo, isso é muita gente e precisamos descobrir tudo o que pudermos para ajudá-los”, disse Collins. 

“Se alguma organização do planeta pode descobrir isso, essa organização é o NIH”, garantiu.

(Texto traduzido. Leia o original em inglês).

Mais Recentes da CNN