Soranz: Após ‘passaporte da vacina’, 80 mil pessoas procuraram a repescagem no Rio

Comprovante da imunização contra o novo coronavírus é um requisito para frequentar determinados locais públicos na cidade

Da CNN

Em São Paulo

Ouvir notícia

Em entrevista à CNN nesta quarta-feira (15), Daniel Soranz, secretário municipal de Saúde do Rio de Janeiro, afirmou que 80 mil pessoas procuraram a repescagem da vacinação contra a Covid-19 após a exigência do “passaporte da vacina” na cidade, previsto para valer hoje.

O passaporte que comprova a imunização contra o novo coronavírus é um requisito para frequentar determinados locais públicos. A justiça derrubou a obrigatoriedade de vacina para os servidores.

“O carioca tem uma adesão muito espontânea e alta à vacina. [A cidade] Já tem 98% das pessoas vacinadas com primeira dose, mas tem um grupo de pessoas muito resistentes. A partir da publicação deste calendário, tivemos um aumento de 80 mil pessoas que procuraram a repescagem para se vacinar”, disse Soranz.

Futebol

O Flamengo joga hoje contra o Grêmio pela Copa do Brasil no estádio do Maracanã. O evento receberá 30 mil torcedores. O secretário de Saúde explicou que este será o primeiro evento-teste da cidade e que as pessoas terão de seguir protocolos sanitários, como realizar o exame da Covid-19, apresentar o comprovante de vacinação e utilizar máscara para assistir à partida.

“Com esses três componentes acreditamos que haverá uma proteção para esse evento. Vamos acompanhar as 30 mil pessoas que estiveram nesse jogo durante 14 dias, e qualquer aumento de notificação de casos nesse público, vamos conseguir fazer um balanço e liberar com ainda mais segurança eventos dessa natureza”, explicou.

Mais Recentes da CNN