Terceiro mês mais letal da pandemia no Brasil, maio tem 59.010 mortes por Covid

Número de mortes apresenta queda em relação a março e abril, com 66.673 e 82.266 óbitos, respectivamente

Vista aérea de cemitério Parque Tarumã, em Manaus
Vista aérea de cemitério Parque Tarumã, em Manaus Foto: Bruno Kelly/Reuters (25.fev.2021)

Anna Gabriela Costa e André Rosa, da CNN, em São Paulo

Ouvir notícia

O Brasil registrou 860 mortes e 30.434 novos casos de Covid-19 nesta segunda-feira (31), segundo dados do Conselho Nacional de Secretário da Saúde (Conass). Com a atualização, o país passa a ter 462.791 mortes e 16.545.554 casos do novo coronavírus.

Maio se tornou o terceiro mês mais letal desde o início da pandemia no Brasil, em março de 2020. Foram registradas 59.010 mortes pelo novo coronavírus neste mês. Os meses de março e abril foram ainda mais letais, com 66.673 e 82.266 óbitos, respectivamente. 

Apesar de ser o terceiro mês mais letal, houve uma queda de 28% em número de mortes em relação ao mês anterior. 

Às segundas-feiras é comum que os números sejam menores, por conta de um represamento nas confirmações aos finais de semana, uma vez que alguns órgãos estaduais de saúde não funcionam aos domingos. 

No ranking mundial, o Brasil ocupa a segunda posição entre os países com mais mortes pela pandemia, atrás apenas dos EUA. Já em contaminações, o Brasil é o terceiro mais afetado, ficando atrás dos EUA e da Índia, conforme apontam dados da Universidade Johns Hopkins. 

Dentre os estados brasileiros, São Paulo ainda é o mais afetado pela doença; são mais de 3,2 milhões de infectados e 111,3 mil mortes. Em seguida, o Rio de Janeiro aparece como o estado com maior número de óbitos pela doença, foram 50,5 mil vidas perdidas para a Covid-19.

Veja a relação do acumulado de óbitos de 2020 e 2021:

2021
Acumulado de mortes de janeiro a maio de 2021 (soma dos óbitos em 24 horas)

  • MAIO: 59.010;
  • ABRIL: 82.266;
  • MARÇO: 66.573;
  • FEVEREIRO: 30.438;
  • JANEIRO: 29.555.

2020
Acumulado de mortes de março a dezembro de 2020 (soma dos óbitos em 24 horas)

  • DEZEMBRO:  21.829;
  • NOVEMBRO: 13.236;
  • OUTUBRO: 15.932;
  • SETEMBRO: 22.571;
  • AGOSTO: 28.906;
  • JULHO: 32.881;
  • JUNHO: 30.280;
  • MAIO: 23.413;
  • ABRIL: 5.700;
  • MARÇO: 201 (1ª morte em 12 de março).

Imunização

Um estudo de efetividade da Coronavac, vacina produzida pelo Instituto Butantan, indica que a pandemia poderia ser controlada no país com 75% da população vacinada, anunciou o governo de São Paulo nesta segunda-feira (31). 

Durante a pesquisa, 95% da população adulta de Serrana, no interior de São Paulo, foi imunizada. Após a aplicação das duas doses da vacina, foi constatada uma queda de 95% nas mortes, 86% nas hospitalizações e 80% nos casos sintomáticos da doença. 

“Os resultados demonstram de forma categórica o que poderia estar acontecendo no Brasil inteiro, não fosse o atraso na vacinação”, disse o governador João Doria (PSDB).

Mais Recentes da CNN