Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Vacinação infantil tem papel importante para proteção coletiva, diz infectologista

    À CNN Rádio, Alexandre Schwarzbold ainda chamou a atenção para a quantidade de brasileiros que não completou o esquema vacinal contra Covid

    Vacinação de crianças contra a Covid-19 em Minas Gerais.
    Vacinação de crianças contra a Covid-19 em Minas Gerais. Cleiton Borges/Secom/PMU

    Amanda GarciaBel Camposda CNN

    em São Paulo

    Ouvir notícia

    Os números de vítimas por Covid-19 diariamente ainda são “muito expressivos”, na avaliação do infectologista e membro consultor da Sociedade Brasileira de Infectologia, Alexandre Schwarzbold, em entrevista à CNN Rádio.

    “Isso provavelmente se deve por boa parte da população nem ao menos ter completado o esquema vacinal com a segunda dose da vacina. Vemos muita gente vulnerável com esquema incompleto”, disse.

    O infectologista destacou que a imunização de crianças é a que “tem o maior papel neste momento para a proteção coletiva”: “Este público é quem é mais suscetível ao vírus e quem representa um elemento de transmissão.”

    Schwarzbold destacou que a vacina “não é proteção individual”: “Ela ajuda também na redução da transmissão, não tão expressivamente quanto a redução de óbitos e hospitalizações, mas ajuda a produzir imunidade de rebanho.”

    Ele lembrou que há estudos que apontam que em uma família de 5 pessoas, se 1 ou 2 estiverem vacinadas, as outras também ficam protegidas. “Aumentar a vacinação é estratégico e fundamental.”

    Para o especialista, a pandemia pode virar uma endemia ainda este ano. “Tende a acontecer, ter essa curda endêmica, mas isso não significa controle do vírus, ainda deveremos focar em vacinar idosos e pessoas imunodeprimidas, neste caso.”

    Mais Recentes da CNN