Luzes no céu brasileiro não são extraterrestres e sim satélites da SpaceX


Da CNN, em São Paulo
11 de maio de 2020 às 10:24 | Atualizado 11 de maio de 2020 às 13:38
Satélite Starlink da empresa Space X

Satélite Starlink da empresa SpaceX

Foto: SpaceX

Se você viu luzes se movimentando no céu na noite desse domingo (10), não se assuste. Não eram extraterrestres ou criaturas de outro planeta, e sim os satélites Starlink, da empresa norte-americana de sistemas aeroespaciais SpaceX.

Por volta das 18h30 de ontem, diversas pessoas puderam conferir a passagem desses satélites sobrevoando o território brasileiro. Se você não viu, terá mais algumas chances dentro dos próximos dias.

O site Find Starlink permite saber quando será possível visualizar a passagem dos satélites em cada região. Para isso, é necessário apenas informar a localização.

Segundo a ferramenta, as próximas passagens não devem ter uma visibilidade muito nítida, mas ainda assim será possível vê-los. Nesta segunda-feira (11), por exemplo, os moradores do estado de São Paulo poderão vê-los por volta das 19h. 

Assista e leia também:
SpaceX, Blue Origin e Dynetics farão módulos lunares para a NASA
SpaceX anuncia acordo para enviar turistas à Estação Espacial Internacional
NASA trabalha com Tom Cruise para gravar um filme no espaço sideral

No fim de abril, a SpaceX lançou 60 satélites de banda larga como parte do projeto Starlink e agora eles navegam em órbita, junto a outros que já estavam em curso, totalizando mais de 400 dispositivos. 

Segundo a empresa, os satélites permitirão transmitir sinal de internet diretamente para terminais instalados nas casas e/ou escritórios dos consumidores. Esse serviço deve ser lançado nos Estados Unidos e no Canadá ainda este ano, informou o CEO da companhia, Elon Musk.

A SpaceX quer instalar mais de 40 mil satélites por todo o planeta, com o objetivo de fornecer acesso à internet mais barato do que o atual e de alta velocidade.