Primeiro ninho de vespas assassinas encontrado nos EUA é removido com sucesso

Ele foi encontrado por entomologistas no buraco de uma árvore em uma propriedade privada

Rory Sullivan, da CNN
27 de outubro de 2020 às 08:02 | Atualizado 27 de outubro de 2020 às 10:51

 

O primeiro ninho de vespas assassinas gigantes descoberto nos Estados Unidos foi eliminado dois dias após ser localizado no estado de Washington.

O ninho de vespas gigantes asiáticas foi encontrado na quinta-feira (22) por entomologistas do Departamento de Agricultura do Estado de Washington (WSDA, em inglês), no buraco de uma árvore em uma propriedade próxima à cidade de Blaine.

Funcionários do WSDA localizaram o ninho por meio de rastreadores via rádio, os quais eles anexaram a várias vespas capturadas. Eles viram dezenas de insetos voando para dentro e fora da árvore.

Assista e leia também:
Com mais de 5 cm, vespas asiáticas 'assassinas' são vistas pela 1ª vez nos EUA
Lagarta venenosa e peluda assusta moradores da Virgínia, nos EUA
Serviço de Meteorologia dos EUA detecta bando de morcegos em radar

Funcionários do Programa de Pestes de Washington aspiraram diversas vespas de dentro da árvore
Foto: Karla Salp / Departamento de Agricultura do Estado de Washington

Uma tentativa de eliminar o ninho foi realizada no sábado (24) e “parece ter sido bem sucedida”, afirmou o departamento em um comunicado. “O Programa de Pestes do WSDA aspirou diversas espécies do ninho.”

O dono da propriedade em questão deu permissão ao departamento para remover o ninho e a própria árvore, se necessário.

O WSDA ainda ficou de fornecer mais informações sobre a operação de remoção, que foi adiada de sexta para sábado em razão do mau tempo.

Ninho de vespas gigantes asiáticas foi encontrado no buraco de uma árvore
Foto: Karla Salp / Departamento de Agricultura do Estado de Washington

As vespas gigantes asiáticas, que não são nativas dos EUA, foram descobertas no estado de Washington em dezembro de 2019, o que levou o WSDA a montar uma rede de armadilhas pelo estado, com a ajuda de cientistas. A primeira vespa foi capturada em julho.

Um pequeno grupo desses insetos, os maiores do mundo, pode matar uma colmeia de abelhas “em questão de horas”, segundo o departamento. Essas vespas geralmente fazem ninhos no chão, mas eles também podem ser encontrados em árvores mortas.

(Texto traduzido. Leia o original em inglês.)