Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Adobe deve incluir geração completa de imagens por IA no Photoshop em 2024

    Empresa já conta com ferramentas de geração de imagens no Photoshop que podem preencher ou expandir partes de uma imagem existente

    Sede da Adobe em San Jose, na Califórnia (EUA)
    Sede da Adobe em San Jose, na Califórnia (EUA) Justin Sullivan/Getty Images

    Stephen Nellisda Reuters

    A Adobe anunciou nesta terça-feira (23) que planeja colocar uma ferramenta de geração completa de imagens por inteligência artificial em seu software Photoshop ainda este ano.

    As ferramentas de edição de imagens e vídeos da Adobe são amplamente utilizadas por profissionais de criação, mas enfrenta crescente competição de startups como OpenAI (apoiada pela Microsoft), Midjourney e Stability AI, que oferecem serviços que podem gerar imagens a partir de descrições textuais.

    Para evitar reclamações de violação de direitos autorais contra os usuários, a Adobe está desenvolvendo seu próprio sistema de geração de imagens por IA, chamado Firefly, treinado em dados para os quais a Adobe possui direitos.

    A Adobe já havia lançado ferramentas de geração de imagens no Photoshop que podem preencher ou expandir partes de uma imagem existente. Em uma conferência em Londres na terça-feira, a empresa disse que a geração completa de imagens virá no final deste ano, baseada em um novo sistema de IA chamado Firefly Image 3.

    Grande parte do foco da Adobe tem sido em acelerar o trabalho dos profissionais que usam seu software. A nova ferramenta de geração de imagens poderá usar a imagem carregada pelo usuário como referência para a composição geral de uma imagem.

    Por exemplo, um designer poderia fazer um rápido esboço de uma cena em um guardanapo, tirar uma foto daquele guardanapo com um smartphone e então pedir ao Photoshop para gerar imagens totalmente caracterizadas em uma variedade de estilos, disse Ely Greenfield, diretor de tecnologia para mídia digital na Adobe.

    “Em vez de ter que descrever com muito cuidado exatamente o que vai aonde e tentar garantir que estou especificando as coisas que quero e que não quero, ele está pegando emprestado da referência. Então, esta é uma capacidade incrivelmente poderosa”, disse Greenfield.

    A Adobe disse que uma versão de teste “beta” do software está disponível para alguns usuários na terça-feira, mas não deu uma data para disponibilidade geral.