Em milagre veterinário, filhote de cachorro nasce com 6 patas nos Estados Unidos

Especialistas acreditam que animal nasceu provavelmente após falha na separação de parte de um gêmeo

Filhote de cachorro nasce com 6 patas nos Estados Unidos
Filhote de cachorro nasce com 6 patas nos Estados Unidos Foto: Katy Hawkins/Neel Veterinary Hospital

Lauren M. Johnson, da CNN

Ouvir notícia

Como outros filhotes recém-nascidos, Skipper gosta de comer, beber água e ir ao banheiro. Mas a mistura de border collie e pastor australiano é diferente do resto de sua ninhada: ela nasceu com seis patas.

“Este é um milagre chamado Skipper. Literalmente”, escreveu no dia 21 de fevereiro a equipe do Hospital Veterinário Neel, em Oklahoma, em seu perfil no Facebook. “Ela sobreviveu mais do que suspeitamos que qualquer outro cão (com apenas 4 dias – pesquisas publicadas não indicam que nenhum tenha nascido vivo) com sua combinação de doenças congênitas. Você pode notar que ela parece um pouco diferente – 6 pernas!”

Skipper nasceu naturalmente – junto com oito irmãos e irmãs – em 16 de fevereiro, em Oklahoma, durante uma grande tempestade de neve, disse a Dra. Tina Neel, proprietária do hospital veterinário, à CNN.

Depois da tempestade, Neel disse que os donos de Skipper a levaram ao hospital para que os veterinários pudessem examiná-la.

“Nossos médicos sabiam que precisávamos de mais imagens para determinar um diagnóstico, então fizemos o ultrassom abdominal”, disse Neel à CNN.

“O ultrassom, junto com as radiografias, mostrou que ela tinha dois tipos de doenças congênitas, chamadas monocephalus dipygus e monocephalus rachipagus dibrachius tetrapus, o que significa que ela tem uma cabeça e uma caixa torácica, mas duas regiões pélvicas, dois tratos urinários inferiores, duas regiões reprodutivas, duas caudas e seis patas, entre outras coisas.”

Neel disse que Skipper, provavelmente, era uma parte de um gêmeo no útero “mas quando o óvulo fertilizado tentou se partir, não se separou totalmente”.

“Apenas a metade posterior de seu corpo foi capaz de se duplicar”, disse Neel. “Ela também tem sinais de espinha bífida ao longo da coluna.”

Uma semana após seu nascimento, Neel disse que Skipper está prosperando.

“Ela é uma garota forte! Adora mamar e é capaz de correr como um cachorrinho normal”, disse Neel. “Achamos que ela pode ter algumas coisas a superar, mas é determinada e está prosperando. Nossos veterinários e sua família não veem nenhuma razão para não dar a ela a melhor chance de uma ótima vida.”

No entanto, os veterinários ainda estão monitorando Skipper, dada a singularidade de sua situação.
“Continuaremos a pesquisar sua condição, monitorar seu desenvolvimento durante as análises e ajudar a manter Skipper sem dor e confortável pelo resto da vida”, escreveu o hospital veterinário em seu post no Facebook. “Ela está bem e em casa, agora.”

Texto traduzido. Leia o original em inglês.

Mais Recentes da CNN