Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Hackers aproveitam interesse em ChatGPT para invadir dispositivos, diz Meta

    Equipe de segurança da companhia disse ter encontrado software mal-intencionado que oferecia ferramentas baseadas no chatbot de IA

    Sean LyngaasDonie O'Sullivanda CNN

    Nova York

    Os hackers aproveitaram o interesse mundial na ferramenta de inteligência artificial ChatGPT em um esforço para invadir os dispositivos das pessoas, revelou o proprietário do Facebook Meta em um relatório de segurança na quarta-feira, equiparando o fenômeno ao aumento de golpes de criptomoeda.

    A equipe de segurança da Meta disse ter encontrado software que oferecia ferramentas baseadas em ChatGPT por meio de extensões de navegador e lojas de aplicativos online, que continham malware projetado para dar aos hackers acesso aos dispositivos das pessoas.

    “Do ponto de vista de um ator mal-intencionado, o ChatGPT é a nova criptomoeda”, disse Guy Rosen, diretor de segurança da informação da Meta, a repórteres, o que significa que os golpistas se moveram rapidamente para explorar o interesse na tecnologia.

    Somente desde março, a empresa disse que bloqueou o compartilhamento de mais de 1.000 endereços da web maliciosos que alegavam estar vinculados ao ChatGPT ou ferramentas relacionadas.

    Algumas das ferramentas incluem recursos funcionais da IA, mas também contêm código malicioso para invadir os dispositivos dos usuários.

    A Meta disse que “investigou e tomou medidas contra cepas de malware aproveitando o interesse das pessoas no ChatGPT da OpenAI para induzi-las a instalar malware fingindo fornecer funcionalidade de IA”.

    “Nossa pesquisa e a de pesquisadores de segurança mostraram repetidas vezes que os operadores de malware, assim como os spammers, tentam se agarrar a questões polêmicas e tópicos populares para chamar a atenção das pessoas”, afirmou.

    “Com o objetivo final de induzir as pessoas a clicar em links maliciosos ou baixar software malicioso, a última onda de campanhas de malware percebeu que as ferramentas generativas de IA estão se tornando populares.”

    Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

    versão original