Missão Lucy da Nasa leva poema de Amanda Gorman e letras dos Beatles ao espaço

Frases de figuras como Martin Luther King Jr. e Albert Einstein também estão presentes, além de dedicatórias aos membros do time que desenvolveu a nave

Lançamento da missão Lucy, da Nasa, em 16/10/2021
Lançamento da missão Lucy, da Nasa, em 16/10/2021 Reprodução/Nasa

Ashley Stricklandda CNN

Ouvir notícia

Embora a missão Lucy da Nasa esteja oficialmente no céu após um lançamento bem-sucedido no sábado (18), ela não está sozinha.

Acompanhando Lucy em uma jornada de 12 anos estão mensagens da Terra, incluindo um poema inaugural da jovem poeta Amanda Gorman, que recitou na posse do presidente americano Joe Biden, além de letras e citações dos Beatles. A ambiciosa missão irá explorar os nunca antes vistos enxames de asteroides de Troia, remanescentes imaculados da formação de nosso Sistema Solar.

Lucy também carrega consigo o legado da descoberta, compartilhando o nome com um fóssil pertencente a um ancestral humano antigo. O fóssil, descoberto em 1974 na Etiópia pelo antropólogo Donald Johanson, foi batizado em homenagem à canção “Lucy In The Sky With Diamonds” pelos Beatles.

“Naquela noite no acampamento, no meio do nada, quando estávamos celebrando a sua descoberta [do fóssil], estávamos ouvindo a uma fita de ‘Sgt. Pepper’s Lonely Hearts Club Band'”, disse Johanson em uma transmissão ao vivo do lançamento da missão Lucy, feita pela Nasa. “A música ‘Lucy In The Sky With Diamonds’ estava tocando, e alguém disse, ‘por que não a chama de Lucy?’, e foi isso; eu não poderia voltar atrás e chamá-la de qualquer outra coisa”.

Uma vez que a missão Lucy para explorar os asteroides estiver completa, a nave espacial permanecerá em órbita, viajando entre a Terra e os troianos por centenas de milhares – talvez milhões – de anos. Por esse motivo, o time da missão incluiu uma placa de ouro repleta de mensagens de laureados pelo Prêmio Nobel de Literatura terrestre, poetas americanos reconhecidos e outras figuras inspiradoras.

O logotipo da missão Lucy tem o formato de um diamante e inclui obras de arte representando o fóssil Lucy / Divulgação/Nasa

A iniciativa foi implantada outras vezes, com placas nas missões Pioneer 10 e 11 da Nasa, e discos de ouro nas Voyager 1 e 2 – todos objetos criados por humanos vagando no espaço interestelar. A Lucy não irá tão longe, mas mantém a tradição, servindo como uma cápsula do tempo para nossos descendentes, de acordo com a agência.

A placa inclui um diagrama mostrando a trajetória de Lucy para explorar os asteroides troianos e a posição dos planetas no nosso Sistema Solar na data de lançamento da missão: 16 de outubro de 2021.

“A Nasa envia essa placa na esperança de que a exploração do espaço continue, e algum dia os astro-arqueólogos possam viajar entre os planetas e recuperar essa nave como um artefato dos tempos passados, quando a humanidade deu os primeiros passos para explorar nosso Sistema Solar”, de acordo com uma nota da agência.

Mensagens de esperança

Gorman, a poeta inaugural mais jovem da história dos EUA, escreveu um poema original, exclusivamente para a missão Lucy.

“Blessed be the people who see (Abençoado seja o povo que veja)
The dream in the bones of Lucy: (Os sonhos nos ossos de Lucy:)
That the worlds braved by humankind (Que os mundos explorados pela raça humana)
Be worlds that leave us humans kind. (Sejam os mundos que deixem os humanos gentis)
Let each dawn find us courageous, (Que cada amanhecer nos encontre corajosos)
Heeding the light forevermore. (Protegendo a luz para sempre)
May ancient hope implore us, (Que a antiga esperança nos suplique)
At our uncompromising core, (No nosso âmago intransigente)
To keep rising for an earth more (Para continuar nos levantando por uma terra mais)
Than worth fighting for.” (Que válida para lutar por.)

Em anexo ao poema de Gorman, estão as palavras de Martin Luther King Jr.: “Não fazemos a história. Somos feitos pela história.”

A placa de ouro enviada na missão Lucy / Divulgação/Nasa

Letras e citações de todos os quatro membros dos Beatles foram incluídos na placa. Sir Ringo Starr compartilhou sua mensagem de “Paz e Amor”. Essas letras de outros membros também viajaram:

  • We all shine on… like the moon and the stars and the sun,” (“Todos brilhamos…como a lua e as estrelas e o sol”) da canção “Instant Karma!”, de John Lennon;
  • And in the end the love you take is equal to the love you make,” (“E no fim, o amor que você ganha é igual ao amor que você faz”) escrita por Sir Paul McCartney em “The End”;
  • “When you’ve seen beyond yourself then you may find peace of mind is waiting there,” (“Quando enxergar além de você, então encontrará a paz mental que está aguardando lá”) escrita por George Harrison em “Within You Without You”.

Veja todas as mensagens, incluindo citações de Albert Einsten, Joy Harjo (a primeira indígena americana a ser nomeada uma poeta laureada dos EUA), e o astrônomo Carl Sagan, que trabalhou nas placas das Pioneers e nos discos de ouro das Voyagers, aqui.

Em memória

As palavras inscritas na placa de outro não foram as únicas mensagens de força, dedicação e celebração da vida humana que foram enviadas ao espaço no sábado. Laminadas no foguete United Launch Alliance Atlas V, que lançou a nave Lucy, estavam três dedicatórias.

Uma placa foi dedicada ao time da missão Lucy, do Centro Goddard de Voo Espacial, com a mensagem “Força Lucy”, para reconhecer o trabalho duro da equipe, que construiu uma nave durante uma pandemia.

O foguete que lançou a missão Lucy ao espaço / Divulgação/Nasa

As outras duas honram os membros do time que morreram antes do lançamento, incluindo Craig M. Whittaker, do Programa de Serviços de Lançamento da Nasa, o técnico William Joiner II, e o engenheiro Mark Kaszubowski. Os três tiveram longas carreiras na Nasa e na Aliança Unida de Lançamento, e também foram lembrados como queridos amigos.

O filho de Whittaker, Jarrod Whittaker, pôde assistir o foguete Atlas decolar em direção ao espaço levando a dedicatória ao pai no sábado. Jarrod, um engenheiro de sistemas de veículos, trabalhou com o pai no Programa de Serviços de Lançamento da Nasa por cinco anos. Ele lembrou de discutir missões científicas na mesa de jantar com seu pai quando tinha apenas 7 anos de idade.

“Ele sempre me encorajou a fazer o que eu quisesse, mas eu sempre soube no fundo do meu coração que eu estaria na Nasa”, disse durante a transmissão do lançamento da Lucy.

Texto traduzido. Leia o original em inglês.

Mais Recentes da CNN