Neandertais podem ter usado as mãos de maneira diferente dos humanos

Construção e utilização de ferramentas eram usadas pelos nossos antepassados de maneira surpreendente aos cientistas

Diversas representações de como teriam sido os Neandertais foram feitas a partir das ossadas encontradas
Diversas representações de como teriam sido os Neandertais foram feitas a partir das ossadas encontradas Foto: CNN

Katie Hunt,

da CNN

Ouvir notícia

Se você pudesse cumprimentar um neandertal com um aperto de mão, ia ser esquisito. 

Os dedos dessas pessoas da Idade da Pedra, que se extinguiram há cerca de 40 mil anos, eram muito mais grossos que os nossos. Além do mais, o polegar de um neandertal formava um ângulo muito maior com a mão. 

“Se você apertasse a mão de um neandertal, notaria essa diferença”, disse Ameline Bardo, pesquisadora de pós-doutorado na Escola de Antropologia e Conservação da Universidade de Kent, no Reino Unido. 

“Seria estranho saber onde colocar o polegar. E, se a gente fizesse uma daquelas lutinhas de polegar com eles, os humanos venceriam em termos de velocidade e movimento”, analisou.

Ilustração mão Neandertal
Ilustração mostra uma mão humana moderna em uma empunhadura forte, provavelmente usada também por neandertais
Foto: Cortesia de Ameline Bardo

Os neandertais usavam as mãos de maneira diferente de nós, de acordo com um novo estudo publicado na quinta-feira (26) na revista “Scientific Reports”. De acordo com Bardo, principal autora do estudo, nossos parentes arcaicos ficavam mais à vontade com “uma empunhadura de compressão”, ou seja, o aperto que usamos quando seguramos ferramentas com cabos como um martelo. 

Para descobrir como os neandertais usavam as mãos, Bardo e seus colegas fizeram o que, segundo eles, foi uma abordagem única. 

Outros estudos quantificaram como as formas dos ossos do polegar variam em neandertais e nos humanos modernos, bem como em outros parentes humanos fósseis. A maioria das pesquisas até agora, no entanto, apenas olhou para os ossos isoladamente. 

Análise do movimento articular

Os pesquisadores usaram o mapeamento 3D para analisar as articulações entre os ossos responsáveis pelo movimento do polegar (conhecido como complexo trapézio-metacarpo) dos restos mortais de cinco indivíduos neandertais. Os cientistas então compararam os resultados com medições feitas nos restos mortais de cinco primeiros humanos modernos e de 50 adultos modernos recentes.

“Nosso estudo é novo ao observar como a variação nas formas e orientações dos diferentes ossos e articulações se relacionam com cada um deles”, explicou. 

“O movimento e a carga do polegar só são possíveis por causa desses ossos, assim como pelos ligamentos e músculos, trabalhando juntos, por isso eles precisam ser estudados conjuntamente”, disse. 

Embora suas mãos mais carnudas sugiram falta de destreza, os neandertais eram capazes de usar uma empunhadura de precisão, como a necessária para segurar um lápis.

Leia também:
Por que alguns dinossauros tinham pescoços tão longos
Estrutura óssea única ajudava dinossauros a aguentarem grande peso
Cientistas descobrem nova espécie de dinossauro relacionada ao tiranossauro rex

“A articulação da base do polegar dos fósseis de neandertal é mais plana, com uma superfície de contato menor entre os ossos, mais adequada para um polegar estendido posicionado ao lado da mão”, detalhou. “Essa postura do polegar sugere o uso regular de empunhaduras de compressão bem fortes”. 

Por outro lado, os polegares humanos têm superfícies articulares que geralmente são maiores e mais curvas, “o que é uma vantagem maior ao segurar objetos entre as pontas dos dedos e do polegar, pois trata-se de uma empunhadura de precisão”, disse ela. 

Neandertais fizeram ferramentas específicas, pintaram cavernas, uniram conchas para usar como joias e teciam. Mas, mesmo assim, eles deviam considerar a empunhadura de precisão “mais desafiadora” do que nós, disse Bardo. 

Crânio de Neandertal em comparação com o de ser humano atual
Um esqueleto Neandertal (à direita) e um esqueleto humano moderno (à esquerda) expostos no Museu Americano de História Natural em Nova York
Foto: American Museum of Natural History

A empunhadura forte de mão teria ajudado os neandertais a agarrar as lanças enquanto caçavam e a usar raspadores de pedra ou facas para trabalhar madeira ou peles de animais. Pode ter sido mais difícil para o Homo neanderthalensis, no entanto, usar a alta precisão, necessária para cortar pedaços de carne usando lascas de pedra seguras entre o polegar e os dedos.

No entanto, ela notou que há uma grande variação entre os humanos modernos quando se trata de destreza – e que isso também poderia ter existido entre os neandertais. 

Os neandertais caminharam pela Terra por um período de cerca de 350 mil anos antes de desaparecerem, vivendo no que é hoje a Europa e partes da Ásia. Acredita-se que se sobrepõem geograficamente aos humanos modernos por um período de mais de 30 mil anos depois que os humanos migraram para fora da África. 

“A anatomia da mão e o registro arqueológico deixam bastante claro que os neandertais eram usuários de ferramentas muito inteligentes e sofisticados e usavam muitas das mesmas ferramentas que os humanos modernos contemporâneos faziam”, disse a pesquisadora Bardo. 

(Texto traduzido, clique aqui para ler o original em inglês). 

Mais Recentes da CNN