Virgin Galactic e Nasa se aliam para missões privadas à Estação Espacial

Empresa do bilionário Richard Branson anunciou que assinou um contrato com agência norte-americana para desenvolver programa; ainda não há prazo para voos

Acordo entre a Nasa e a Virgin Galactic permitirá realização de missões particulares à Estação Espacial Internacional
Acordo entre a Nasa e a Virgin Galactic permitirá realização de missões particulares à Estação Espacial Internacional Foto: Arquivo - 29.mai.2011/ Nasa

Da CNN

Ouvir notícia

A Virgin Galactic Holdings, do bilionário Richard Branson, anunciou nesta segunda-feira (22) que assinou um contrato com a Nasa para desenvolver um programa para promover missões privadas à Estação Espacial Internacional (ISS, em inglês), impulsionando as ações da empresa para uma alta de mais de 14%.

Como parte de seu acordo com o Johnson Space Center, a empresa de turismo espacial identificará entidades interessadas em comprar missões privadas e desenvolver pacotes de treinamento, além de auxiliar no transporte e nos recursos em órbita e terrestres.

A Nasa se apoia fortemente em empresas privadas enquanto se prepara para uma presença de longo prazo na Lua e uma missão tripulada à Marte. O sistema de lançamento espacial, que deve estrear no próximo ano, é a maneira que a Nasa utilizará para transportar humanos para a Lua até 2024.

Assista e leia também:

Nasa divulga princípios básicos para convivência e trabalho na Lua

50 anos da missão Apollo 13: reflexões sobre um ‘fracasso bem-sucedido’

Acordos similares

Em março, a SpaceX – comandada pelo bilionário Elon Musk – assinou um acordo com a startup Axiom Space, que pretende enviar à estação turistas, pesquisadores, astronautas de outros países e outras pessoas que não trabalhem para a Nasa.

Os voos poderão acomodar até três passageiros na nave Crew Dragon – uma capsula totalmente autônoma da SpaceX. A primeira missão da Axion pode ser lançada na segunda metade de 2021, de acordo com a nota divulgada em conjunto pelas duas empresas.

Lançamento bem-sucedido

No final de maio, a Nasa lançou com sucesso o voo espacial tripulado da Crew Dragon. A missão, que é fruto de parceria público-privada da Nasa com a SpaceX, é a primeira de solo americano em 9 anos.

A decolagem foi feita a partir do Centro Espacial Kennedy, na Flórida. Diante da necessidade de isolamento social devido à pandemia de Covid-19, a Nasa fez uma transmissão especial, via internet, da decolagem da nave que levou os astronautas Robert Behnken e Douglas Hurley até a ISS.

(Com informações da Reuters e da CNN)

Mais Recentes da CNN