Ilha da Madeira, em Portugal, ganha hotel de ultraluxo com Rolls-Royce para hóspedes

The Reserve é a nova aposta do grupo Savoy Signature, que já possui outros seis hotéis na ilha e deseja cativar cada vez mais viajantes brasileiros

Hóspedes do The Reserve podem contratar serviços a bordo de um Rolls-Royce
Hóspedes do The Reserve podem contratar serviços a bordo de um Rolls-Royce Nuno Andrade

CNN Viagem & Gastronomiado Viagem & Gastronomia

O grupo Savoy Signature, que possui seis empreendimentos na Ilha da Madeira, em Portugal, se prepara para uma inédita aposta no mercado de ultraluxo. Com abertura oficial marcada para o dia 15 de janeiro, o The Reserve é o mais novo hotel do grupo e o de nível mais elevado da marca.

Ele é um “hotel dentro de um hotel”, já que fica nas instalações do Savoy Palace, empreendimento cinco estrelas de 300 quartos em Funchal, a capital de todo o arquipélago da Madeira.

O novo hotel ocupa os últimos andares do Savoy Palace, em que foram investidos € 4 milhões (mais de R$ 20 milhões) para dar vida ao inédito espaço. O The Reserve possui ao todo 40 acomodações com vistas para o mar, sendo 14 suítes com piscinas privativas nas varandas.

Entre as acomodações, a The Retreat corresponde à suíte presidencial e acumula diversas mordomias em seus 220 m², como sauna e banho turco, suíte master, ampla cozinha onde um chef pode cozinhar mediante solicitação e um piano de cauda na sala de estar.

No aeroporto da ilha, considerado um dos mais desafiadores do mundo para aeronaves, os hóspedes têm acesso a um lounge VIP e serviço de recepção e acompanhamento personalizado. Mediante custo adicional, o trajeto até o The Reserve pode ser feito a bordo de um carro Rolls-Royce ou BMW Série 7.

Localizado nos 16º e 17º andares, o Jacarandá Club conta com áreas interiores e exteriores com serviço de comidinhas e bebidas ao longo do dia. O último andar do edifício conta com piscina de borda infinita, assim como mordomo e hidromassagem. Acesso prioritário aos restaurantes do Savoy Palace e acesso ilimitado ao spa do hotel estão ainda entre as comunidades.

Brasileiros na mira

Os hóspedes contam com check-in menos burocrático e têm à disposição um mordomo 24h para experiências personalizadas. A personalização, inclusive, é palavra de ordem do hotel, como garante Ricardo Madias-Farinha, CCO da Savoy, que tem percebido a necessidade de, cada vez mais, atender um público mais exigente e sofisticado.

Entram na mira também os brasileiros, que estão entre os 10 primeiros mercados do hotel Savoy Palace – Inglaterra, Portugal e EUA são os líderes. Ainda que os países europeus sejam os maiores emissores de viajantes para a ilha portuguesa, o destino tem aumentado pouco a pouco o registro de brasileiros, que dobraram de número neste ano comparado ao período pré-pandemia.

Terra natal do jogador Cristiano Ronaldo, que batiza até o nome do aeroporto internacional, a Ilha da Madeira está geograficamente mais próxima da África do que de Portugal continental. Com clima mais tropical, o mar é um dos atrativos, mas sua paisagem acidentada e vulcânica, com montanhas e florestas, também cativa os viajantes. Um dos destaques é a Laurissilva da Madeira, floresta de suma importância para a fauna e flora local que é Patrimônio da UNESCO.