Miami: confira 10 museus imperdíveis para visitar com as crianças nas férias

Uma das principais portas de entrada para os EUA, Miami pulsa arte e não deixa os pequenos de fora: entre museus pensados para famílias e outros gratuitos, veja dicas de Daniela Filomeno

Daniela Filomeno na exposição da obra de Yayoi Kusama no Pérez Art Museum
Daniela Filomeno na exposição da obra de Yayoi Kusama no Pérez Art Museum Acervo pessoal

Daniela Filomenodo Viagem & Gastronomia Miami, Estados Unidos

Destino cobiçado por nós brasileiros ao longo do ano, especialmente durante as férias escolares, Miami é sempre uma grata surpresa: nos presenteia com uma confluência de sabores, de sotaques e também com muita arte.

Em tempos recentes, Miami tem se tornado um pujante destino artístico, seja com a abertura de novos museus, com a badalada feira Art Basel e também com exposições temporárias nível mundial.

E por que não incluir as crianças no pacote? Vários são os museus na cidade em que os pequenos encontram diversão e ao mesmo tempo aprendem mais sobre o mundo à nossa volta. É atividade ideal que mistura entretenimento e educação.

Com as férias de julho no radar, seleciono abaixo 10 museus em Miami que valem a visita ao lado deles. Alguns possuem programação e temas mais pensados para as crianças, outros são uma boa oportunidade para introduzi-los no mundo da arte e há até alguns de entrada geral gratuita.

Às dicas!

Peréz Art Museum (PAMM)

Daniela Filomeno na obra “Swimming Pool”, da exposição temporária de Leandro Erlich / Acervo pessoal

No centro de Miami, na região de Downtown, o Pérez Art Museum (PAMM) é um prestigiado museu de arte moderna e contemporânea. O rico acervo nos apresenta trabalhos voltados também à arte latina e do Caribe.

Mas o destaque vai para as exposições temporárias, que são para lá de especiais. Ícone da arte contemporânea, Yayoi Kusama tem uma grande obra instalada no PAMM até fevereiro de 2024. No museu, podemos literalmente entrar no “LOVE IS CALLING”, um dos maiores e mais imersivos trabalhos de Kusama.

É uma sala escura e espelhada recheada de infláveis parecidos com tentáculos que, do chão ao teto, mudam de cor. A voz de Kusama preenche o ambiente com a narração de um poema de amor em japonês.

Outra exposição que ainda dá tempo de conferir é do argentino Leandro Erlich, batizada de “Liminal” e que vai até setembro deste ano. Barco e elevador flutuantes, piscina sem água e janelas para locais imaginários fazem parte das obras, em que Erlich trabalha com espaços do cotidiano deslocados da condição de normalidade.

Um dos trabalhos mais famosos é “Swimming Pool”, em que o artista provoca sensações absurdas tanto para quem entra – sem se molhar – quanto para quem está do lado de fora. Vale lembrar que as obras de Erlich, incluindo a piscina, rodaram o Brasil no ano passado e no começo deste ano com a mostra “A tensão” .

Vale destacar que todo segundo sábado do mês o PAMM tem um programa educacional gratuito voltado para famílias, com atividades conjuntas e até tour.

Pérez Art Museum: 1103 Biscayne Blvd., Miami, FL / Horário de funcionamento: segunda das 11h às 18h; quinta das 11h às 21h e sexta a domingo das 11h às 18h; fechado às terças e sextas / Ingressos: US$ 16 adulto; US$ 12 jovens entre 7 e 18 anos; gratuito para crianças menores de 6 anos.

Superblue

Daniela Filomeno no labirinto de espelhos da exposição imersiva do Superblue / CNN Viagem & Gastronomia

Em frente ao Rubell Museum (falo dele mais abaixo) fica o Superblue, novíssimo centro de arte experimental que se distingue de outras instituições mais tradicionais ao propor uma revolução no mundo da arte baseada por interações e projeções incríveis.

O resultado? Experiências imersivas e interativas de arrepiar qualquer um. O Superblue nos apresenta uma mostra interativa em que nossos gestos e passos transformam a obra de arte.

É como uma conversa, uma resposta por meio de nossos movimentos, ou seja, que depende de nós para se moldar. Os artistas preparam o lugar, montam o ambiente e o trabalho só fica completo com a nossa interação.

Uma das obras em exibição é a “Mirror Maze” (“Labirinto de Espelhos”), da artista Es Devlin, que cria peças que misturam luz, música e linguagem digital para nos provocar uma resposta emocional. Além de ficarmos imersos na obra e andarmos por ela, o ambiente é para lá de instagramável.

O Superblue como um todo é um ótimo local para introduzir as crianças no mundo das artes, já que as obras tangem uma linguagem universal.

Superblue Miami: 1101 NW 23 Street, Miami, FL / Horário de funcionamento: segunda a quinta-feira das 11h às 19h; sexta e sábado das 10h às 20h e domingo das 22h às 19h; fechado na primeira terça-feira do mês / Ingressos: US$ 36 adulto e US$ 29 crianças entre 3 e 12 anos durante a semana; US$ 39 adulto e US$ 29 crianças entre 3 e 12 anos aos finais de semana.

Phillip and Patricia Frost Museum of Science

Daniela Filomeno no Aquário do museu, uma das seções mais interessantes do local / Acervo pessoal

Próximo da orla de Downtown, na área do Ferré Park, uma gigantesca construção nos revela um verdadeiro centro de ciências com direito a aquário, planetário e grandes alas. É o Phillip and Patricia Frost Museum of Science, onde, junto dos pequenos, podemos aprender mais sobre os sistemas vivos, o sistema solar, universo e a biologia do corpo e da mente – tudo isso com ajuda de exposições interativas e shows.

Já adianto: as crianças ficam fascinadas! Um dos grandes destaques é o aquário, que nos leva a uma viagem para o fundo do mar do sul da Flórida. São três andares, em que a experiência termina lá embaixo em um espaço dotado de uma enorme lente que se abre para tubarões e outras espécies.

Outro ponto imperdível é o planetário, com seus 250 lugares, projeção 8k de 16 milhões de cores e uma tela em forma de cúpula que nos transporta direto para o espaço sideral.

E fique de olho: até o início de setembro ocorre no museu uma exposição com múmias de mais de quatro mil anos. São os restos mumificados de cerca de 40 humanos e animais e outros 80 artefatos raros que pertencem à Europa, América do Sul e ao Egito Antigo.

Dica: tente visitar o museu pela manhã, período em que recebe menos visitantes.

Phillip and Patricia Frost Museum of Science: 1101 Biscayne Blvd, Miami, FL / Horário de funcionamento: todos os dias das 10h às 19h / Ingressos: US$ 29.95 adulto; US$ 22.95 crianças entre 4 e 11 anos de segunda à quinta-feira; US$ 32.95 adulto; US$ 24.95 crianças entre 4 e 11 anos de sexta a domingo; gratuito para crianças menores de 3 anos.

Vizcaya Museum & Gardens

Exterior do Vizcaya, com jardins e casarão históricos a poucos minutos de Miami / Wikimedia Commons

Já imaginou andar por grandes e elaborados jardins inspirados por modelos italianos e franceses do século 17 e 18 e ainda dar de cara com uma mansão em estilo mediterrâneo que abriga obras de arte dos tempos de Pompéia até o século 20 – tudo isso com o horizonte moderno de Miami à nossa vista?

Assim é um gostinho do Vizcaya, que abrange museu e jardins na área de Coconut Grove. É como um pedacinho da Europa a poucos minutos do centro de Miami.

A começar, os jardins encantam todas as idades: há arranjos geométricos e ainda jardim secreto e jardim do labirinto, todos com remanescentes nativos da área da Baía de Biscayne.

Os jardins se abrem para uma grande construção mediterrânea onde está o museu e suas obras de arte. Construída entre 1914 e 1922, a casa principal tem 54 cômodos, dos quais 34 são abertos para o público, espalhados por mais de quatro mil metros quadrados.

E fique atenta: sempre há eventos acontecendo na propriedade, como feira livre e até aulas de ioga nos jardins aos finais de semana.

Vizcaya Museum & Gardens: 3251 South Miami Ave., Miami, FL / Horário de funcionamento: de quarta a segunda-feira das 9h30 às 16h30; fechado às terças-feiras / Ingressos: US$ 25 adulto; US$ 10 crianças de 6 a 12 anos; gratuito para crianças menores de 5 anos.

Institute of Contemporary Art (ICA Miami)


Em pleno Design District, que por si só já é uma região badalada com lojas de grifes, restaurantes premiados e instituições culturais de nível mundial, o ICA tem uma agenda vibrante de exposições e funciona como uma plataforma internacional para colocar no holofote trabalhos de artistas renomados e também emergentes.

A atração já começa do lado de fora, já que a arquitetura por si só já é uma obra de arte, a qual faz referência a uma “caixa mágica”.

Lá dentro, topamos com uma coleção que tem também artistas brasileiros no acervo, como o recifense Jonathas de Andrade e a carioca Melissa de Oliveira, do Morro do Dendê.

O museu também se dedica a algumas atividades familiares, como aulas de desenhos, confecção de máscaras, de livrinhos, cápsula do tempo e fantoches.

Institute of Contemporary Art Miami: 61 NE 41st Street, Miami, FL / Horário de funcionamento: quarta-feira a domingo das 11h às 18h; fechado de segunda e terça / Ingressos: entrada gratuita (tíquetes com horários específicos pelo site).

Museum of Contemporary Art (MOCA)


Em North Miami, o Museum of Contemporary Art (MOCA) é lar para cerca de 500 obras contemporâneas de artistas locais, nacionais e internacionais. Alguns trabalhos são emprestados até para instituições de renome mundial, como a Tate Modern, em Londres, e o MET (The Metropolitan Museum of Art), em Nova York.

Além das obras, o bacana é o que o museu tem programação pensada para os pequenos: no primeiro domingo do mês há contação de histórias para crianças entre 1 a 5 anos de idade. No fim, as crianças podem se divertir com atividades “DIY”, ou seja, desenhos e outras artes no estilo “faça você mesmo”.

Já para crianças entre 6 e 12 anos, o museu oferece experiências artísticas e tours no primeiro sábado de cada mês.

Museum of Contemporary Art, North Miami: 770 NE 125th street, North Miami, FL / Horário de funcionamento: quarta-feira das 12h às 19h; quinta a domingo das 10h às 17h; fechado às segundas e terças / Ingressos: US$ 10 público em geral; gratuito para menores de 12 anos.

Também valem a pena:

Wynwood Walls

Bairro de Wynwood é museu a céu aberto e também possui instituição voltada à arte de rua / Acervo pessoal

Uma das maiores referências do badalado bairro de Wynwood é Wynwood Walls, museu ao ar livre que revitalizou a região e trouxe artistas do mundo todo para trabalhar com a arte de rua.

Atualmente é cobrada uma taxa para entrar no local – que varia de US$ 5 a US$ 12 – que nos abre para uma variedade de obras de arte. Para se ter uma ideia, mais de 100 mil latas de spray e 75 mil galões de tinta formam uma área de mais de 3,5 mil metros quadrados de muros pintados.

Além do local, o bairro como um todo tem uma vida artística pulsante pelos muros, dando uma sobrevida à região que era predominantemente industrial no passado.

Aqui o grafite está absolutamente por todas as partes: nos muros e nos grandes paredões dos edifícios. Não deixe de apontar para os vários QR Codes ao lado de alguns muros e nos postes, já que eles nos levam para uma página com informações sobre a obra e sobre o artista.

Dica: procure a obra “A Love Supreme (Wynwood Saints)” e surpreenda-se. E o Brasil não fica de fora dessa: muros grafitados pelos artistas Kobra e OsGemeos também são destaques por aqui. Em resumo, grafites a céu aberto, galerias e restaurantes são o que pipocam pelo bairro.

Wynwood Walls: 516 NW 2nd Ave, Miami, FL / Horário de funcionamento: de domingo à quinta-feira das 11h às 19h e sexta e sábado das 11h às 20h / Ingressos: US$ 12 adulto; gratuito para crianças menores de 12 anos.

Museum of Graffiti


É considerado único museu do mundo dedicado exclusivamente à arte do grafite. Situado no coração de Wynwood, é um local que exibe e celebra grafiteiros ao redor do mundo, os quais “transformaram as paredes de nossos espaços públicos em obras-primas vibrantes”, de acordo com o próprio museu.

Aqui podemos ver exposições internas e ao ar livre que dão visibilidade a artistas locais e internacionais, em que o museu possui agenda que muda ao longo do ano.

Atualmente, instalações sobre os diferentes tipos de grafites pelo mundo e também o impacto de personagens de quadrinhos no trabalho dos maiores grafiteiros de todos os tempos fazem parte do acervo.

Museum of Graffiti: 276 NW 26th Street, Miami, FL / Horário de funcionamento: segunda a sexta-feira das 11h às 18h; sábado e domingo das 11h às 19h / Ingressos: US$ 16 adultos; gratuito para crianças menores de 13 anos.

De la Cruz Collection

Ambiente interno do De la Cruz, em pleno Design District / Reprodução/Site

Também no Design District, vale a passada no De la Cruz, instituição de arte privada de mais de 2,5 mil metros quadrados que serve quase como uma extensão da casa de Rosa e Carlos de la Cruz, fundadores do local.

Exposições anuais focadas em arte contemporânea garantem agito ao museu e recorrentemente há workshops, atividades para toda a família e programas especiais no verão.

De la Cruz Collection: 23 NE 41 Street, Miami, FL / Horário de funcionamento: de terça a sábado das 10h às 16h / Ingressos: entrada gratuita.

Rubell Museum


No coração da região de Allapattah, em frente ao Superblue, o Rubell Museum é desde 2019 um dos destinos mais cobiçados de arte do pedaço. Ocupando antigos edifícios industriais, hoje podemos conferir obras de artistas como Jean-Michel Basquiat, Jeff Koons e Yayoi Kusama espalhadas em 36 galerias térreas.

As amplas salas são recheadas por pinturas, esculturas, fotografias, vídeos e instalações, todos trabalhos voltados à arte contemporânea. Há até o Narcissus Garden, obra Yayoi Kusama com esferas de aço inoxidável que possui uma versão para o Inhotim, em Brumadinho (MG).

As obras fazem parte da coleção privada de Don e Mera Rubell, que vêm há décadas aumentando o acervo. Destaque também para as exposições temporárias – há cerca de sete delas até o fim de 2023.

Além das obras, o que nos chama a atenção por aqui é o enorme espaço, com ambientes arejados e vidros do chão ao teto que deixam a luz natural entrar. Biblioteca, livraria e um restaurante que se abre para um pátio repleto de plantas nativas do sul da Flórida completam o local. Vale dizer que também há uma unidade do museu em Washington.

Rubell Museum Miami: 1100 NW 23 ST, Miami, FL / Horário de funcionamento: quarta e quinta-feira das 11h30 às 17h30; sexta e sábado das 11h30 às 19h30 e domingo das 11h30 às 17h30 / Ingressos: US$ 15 adulto; US$ 10 jovens de 7 a 18 anos; gratuito para menores de 6 anos.