Túneis secretos da Segunda Guerra Mundial serão abertos ao público em Londres

Localizados a cerca de 40 metros abaixo da estação de metrô Chancery Lane, os túneis eram usados pela espionagem e agora serão retrabalhados por arquitetos para criar experiência imersiva; Projeto deve ficar pronto em 2027

Os túneis já abrigaram o bar licenciado mais profundo de Londres. Veja como seria se o projeto dos Túneis de Londres fosse adiante
Os túneis já abrigaram o bar licenciado mais profundo de Londres. Veja como seria se o projeto dos Túneis de Londres fosse adiante DBOX/The London Tunnels

Maureen O'Hareda CNN Londres

Foram revelados os planos para o que promete ser a atração turística subterrânea mais espetacular de todos os tempos em Londres: a transformação de uma série de túneis da Segunda Guerra Mundial, no valor de US$ 268 milhões, em uma experiência imersiva e chamativa.

Tão clandestinos que já foram protegidos pela Lei de Segredos Oficiais do Reino Unido, os antigos túneis de espionagem serão retrabalhados por uma equipe que inclui os arquitetos por trás dos Jardins da Baía de Singapura e da Central Elétrica de Battersea, em Londres – se conseguir a aprovação do planejamento no final deste outono.

Os Kingsway Exchange Tunnels, cerca de 40 metros abaixo da estação de metrô Chancery Lane em High Holborn, foram construídos na década de 1940 para proteger os londrinos da campanha de bombardeio Blitz durante a Segunda Guerra Mundial.

Essa foi a última vez que os túneis foram abertos ao público em geral. Seu próximo papel durante a guerra foi como sede do ultrassecreto Executivo de Operações Especiais da Grã-Bretanha, uma ramificação do MI6 e a inspiração da vida real para a Seção Q de James Bond.

Linha direta

Em seguida, eles foram expandidos para se tornarem a Central Telefônica Kingsway, que na década de 1950 serviu como uma central de comunicações internas durante a Guerra Fria. Até hospedou a “linha direta” que ligava diretamente os líderes dos Estados Unidos e da URSS.

A central abrigava uma rede movimentada de 5 mil cabos troncais e uma comunidade movimentada de 200 trabalhadores administrando as linhas telefônicas.

Os túneis já abrigaram o bar licenciado mais profundo de Londres. Veja como seria se o projeto dos Túneis de Londres fosse adiante / DBOX/The London Tunnels

A British Telecom assumiu o controle do local na década de 1980, criando o bar licenciado mais profundo do mundo para uso dos funcionários do governo, com ambiente completo com uma sala de jogos contendo mesas de sinuca e um aquário de peixes tropicais – o auge do luxo dos anos 80.

A tecnologia por trás da central telefônica tornou-se obsoleta no final da década e foi desativada. Mas agora o gestor de fundos Angus Murray, CEO do The London Tunnels, quer dar vida à história do túnel para os visitantes com telas imersivas de alta resolução, estruturas interativas, tecnologia emissora de cheiros e centenas de alto-falantes precisos.

Londres subterrânea

“A história dos túneis, a sua escala e a localização entre Holborn, em Londres, e a histórica Square Mile, podem tornar estes túneis um dos destinos turísticos mais populares de Londres”, disse Murray em nota.

O plano é investir £ 140 milhões (cerca de R$ 865 milhões) no trabalho de restauração e depois outros £ 80 milhões (quase R$ 494 milhões) em todos os recursos envolventes.

O projeto conta com a participação dos arquitetos Wilkinson-Eyre, a empresa por trás dos Jardins da Baía de Cingapura e da Central Elétrica de Battersea, em Londres / DBOX/The London Tunnels

Com os arquitetos Wilkinson-Eyre a bordo, eles certamente têm uma equipe estelar montada para este ambicioso projeto – que supera em muito qualquer outra oferta na cidade. A atração turística subterrânea permanente mais desenvolvida de Londres atualmente são as Salas de Guerra do gabinete de Churchill – localizadas apenas 3,6 metros abaixo do nível do solo e uma fração do espaço de 8 mil metros quadrados ocupado pelos Kingsway Exchange Tunnels.

O metrô de Londres também oferece periodicamente passeios escondidos em Londres, explorando as estações e túneis abandonados da cidade. Os passeios são sempre muito populares, com ingressos esgotados assim que ficam disponíveis.

No entanto, eles ainda são sua melhor chance de aventura subterrânea por alguns anos, já que o projeto dos Túneis de Londres – se for adiante – não receberá seus primeiros visitantes impressionados até 2027. Parece que vale a pena esperar.

Este conteúdo foi criado originalmente em inglês.

versão original