Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    BMW M2 2025 mantém câmbio manual e chega aos 480 cavalos

    Linha 2025 do esportivo também ganha remap no motor 2.0 biturbo

    BMW M2 2025
    BMW M2 2025 Divulgação/BMW

    João Vitor Ferreiracolaboração para a CNN

    O BMW M2 chega à linha 2025 com opção de câmbio manual, algo que vem se tornando raridade nos carros modernos, até mesmo nos esportivos. Seus “irmãos”, como o M3, já não são mais equipados com esse tipo de transmissão.

    A versão manual ficou um pouco mais rápida no 0 a 100 km/h. Graças ao aumento de 20 cavalos no motor 2.0 biturbo de quatro cilindros, o M2 chega a 480 cavalos e 56,3 kgfm e conclui o sprint em 4,1 segundos, 0,1 segundos a menos que a versão anterior.

    Quem optar pelo câmbio automático de oito marchas, vai receber os mesmos 480 cavalos de potência. Entretanto, o torque será um pouco maior, chegando a 61,24 kgfm. Esse aumento na força entregue às rodas, assim como as trocas mais rápidas da transmissão automática, permitem um tempo de 0 a 100 km/h de 3,9 segundos.

    Além do aumento de potência, o motor ganhou um remap de fábrica. A mudança, de acordo com a divisão esportiva M, não só melhorou a resposta do acelerador, como também alterou a curva de torque do quatro cilindros.

    Para os modelos com câmbio manual, a força máxima é entregue em um intervalo maior, entre os 2.650 e 6.130 rpm. Quem optar pela caixa automática, sentirá a perda de torque um pouco mais cedo, aos 5.870 rpm, assim como acontece no modelo 2024.

    BMW M2 2025
    BMW M2 2025 / Divulgação/BMW

    Nos dois casos, a velocidade máxima é limitada em 250 km/h, a não ser que você pague pelo pacote M Driver, que faz o M2 chegar aos 287 km/h.

    Quem esperava uma mudança no visual, pode ter se decepcionado, já que ocorreu apenas na parte externa do veículo. A BMW pintou de preto as saídas quadruplas de escape e os emblemas de traseiros, além de adicionar um contorno prateado.

    Por dentro, as novidades visuais são um pouco mais empolgantes. A BMW apostou em um visual mais limpo, eliminando boa parte dos botões, como os do controle climático, condensando essa função na central multimídia de 14,4’’, que recebe o novo sistema iDrive 8.5.

    BMW M2 2025
    BMW M2 2025 / Divulgação/BMW

    O volante é novo e tem fundo plano. Já os bancos M Sport vem como padrão e tem como opcional o revestimento de couro. Eles podem ser substituídos pelos mais leves — e mais caros — assentos M Carbon.

    A BMW já começou a comercializar o M2 2025 pelo preço base de U$ 64,9 mil (aproximadamente R$ 354 mil). A previsão é que as primeiras unidades sejam entregues a partir de agosto.