Bares e restaurantes querem ampliar funcionamento em SP


Da CNN, em São Paulo
02 de setembro de 2020 às 16:45

Bares e restaurantes do estado de São Paulo querem ampliar o horário de funcionamento dos estabelecimentos. O pedido foi feito pela Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel) ao governador João Doria (PSDB). Atualmente, os estabelecimentos podem funcionar até 8 horas diárias, de forma ininterrupta ou fracionada, com encerramento das atividades até as 22h.

Em entrevista à CNN nesta quarta-feira (2), o presidente do Conselho Estadual da Abrasel, Percival Maricato, argumenta que o setor foi o que mais se preparou para a volta das atividades. Por isso, explicou que o setor pede uma hora a mais de funcionamento, até as 23h, aumento da lotação de 40% para 60% da capacidade e autorização de uso de mesas em calçadas. 

Assista e leia também:

Aglomerações em praias podem fazer SP regredir, diz secretário

SP registra pela primeira vez queda mensal nas mortes por Covid-19

Pelo menos 128 municípios de SP reabrirão suas escolas na próxima terça (8)

Percival Maricato

Percival Maricato, presidente do Conselho Estadual da Associação Brasileira de Bares e Restaurantes (Abrasel)

Foto: CNN (02.set.2020)

Segundo ele, num primeiro momento, o governo do estado mostrou um pouco de resistência ao pedido. Mas afirmou que é preciso convencer não só as autoridades, mas também a população que são responsáveis e estão preparados para receber os clientes.

“Achamos que mesmo dentro dos protocolos de segurança podemos avançar um pouco mais com essa reabertura do setor”, disse ele. Segundo Maricato, até agora o público está voltando aos poucos e muitos estabelecimentos estão sofrendo prejuízos e até mesmo fechando as portas.  

(Edição: Leonardo Lellis)