BC autoriza bancos a cobrar taxa de quem receber mais de 30 Pix por mês


Fernando Nakagawa
Por Fernando Nakagawa, CNN  
30 de outubro de 2020 às 07:11 | Atualizado 30 de outubro de 2020 às 07:51
Abertura de Mercado

Capa do podcast Abertura de Mercado com LOGO BUSINESS

Foto: CNN Brasil

O sistema de pagamentos instantâneos do Banco Central, o Pix, não vai ser totalmente de graça para as pessoas físicas. Ao contrário da informação inicial de seria totalmente grátis, haverá possibilidade de cobrança em algumas situações que, segundo o BC, configurem uso comercial do sistema. Ontem, o órgão deu ontem autorização para que bancos cobrem tarifa das pessoas que receberem mais de 30 Pix por mês. Um taxista, manicure ou cabeleireiro que receber mais de 30 desses pagamentos por mês – mesmo que seja na pessoa física – vai ter de pagar ao banco a partir da 31ª operação no mês. 

Outra novidade é o chamado Pix Cobrança, que vai permitir que as empresas como lojas e prestadores de serviço emitam um QR Code para receber pagamentos futuros. O BC também estabeleceu que poderá cobrar multas que vão de R$ 50 mil a R$ 1 milhão por infrações cometidas no sistema.

No episódio de hoje:

- Paulo Guedes, o ministro da Economia, decidiu disparar contra bancos;
- Em uma audiência virtual do Congresso Nacional, ele disse que a Febraban é uma casa de lobby que financiaria estudos contra o teto de gastos;
- Aspas para o ministro: "A Febraban é uma casa de lobby, muito honrada, muito justo o lobby, mas tem que estar escrito na testa ‘lobby bancário’, que é para todo mundo entender do que se trata";
- "Inclusive, financiando estudos que não têm nada a ver com a atividade de defesa das transações bancárias. Financiando ministro gastador para ver se fura o teto, para ver se derruba o outro lado, disse o ministro da Economia";
- Guedes não mencionou qual seria esse ministério, mas ele nunca escondeu as diferenças com o colega do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho;
- Segundo Fernando Molica, analista de política da CNN, Guedes se referia a um acordo firmado em junho pela pasta de Marinho com as Nações Unidas para tentar reduzir a dependência do ministério do Orçamento Público;
- Esse projeto teria apoio de entidades privadas, entre elas a Febraban que teria custeado cerca de R$ 500 mil;
- Em resposta, a Febraban não rebate as críticas e acusações, mas diz que o setor bancário defende a manutenção do teto de gastos;
- Nessa mesma sessão do congresso, Guedes deu sinais totalmente opostos sobre as discussões sobre eventual recriação de um imposto nos moldes da CPMF;
- Logo no início da audiência, disse "vamos ter que ter imposto digital mesmo";
- Algum tempo depois, na mesma audiência, ele voltou a falar sobre o tema, mas com discurso completamente oposto;
- "O imposto digital está morto", disse, ao comentar que, por isso, não poderia desonerar os tributos que as empresas pagam para manter funcionários;
- O BC anunciou novidades e novas funções do Pix, o seu sistema de pagamentos instantâneos;
- Mas o que era pra ser totalmente de graça, passará a ser cobrado em algumas situações que, segundo o BC, configurem uso comercial do sistema;
- Aos que receberem mais de 30 Pix por mês, o Banco Central deu ontem autorização para que bancos cobrem uma tarifa pelos recebimentos;
- Um taxista, manicure ou cabeleireiro que receber mais de 30 Pix por mês – mesmo que seja na pessoa física – vai ter de pagar ao banco a partir da 31ª operação no mês;
- Outra novidade é o chamado Pix Cobrança, que vai permitir que as empresas, como lojas e prestadores de serviço, emitam um QR Code para receber pagamentos futuros;
- BC também estabeleceu que poderá cobrar multas que vão de R$ 50 mil a R$ 1 milhão por infrações cometidas no sistema;
- O Itaú Unibanco informou que o conselho de administração do banco escolheu Milton Maluhy Filho como novo presidente-executivo do grupo;
- Esse processo de transição vai durar três meses e Maluhy Filho deve assumir no 2 de fevereiro de 2021;
- A Apple surpreendeu analistas de Wall Street ao divulgar ontem vendas e lucro acima das expectativas;
- O crescimento das vendas de computadores e acessórios como AirPods ajudaram a compensar o declínio nas vendas do iPhone;
- De julho a setembro, as vendas de iPhones em todo o mundo caíram 20,7% e somaram pouco mais de US$ 26 bilhões;
- Fora dos gadgets, a receita obtida com os serviços, como serviços na nuvem e streaming de vídeo, subiu 16,3% e alcançou US$ 14,5 bilhões;
- O Alphabet, que é dono do Google, teve lucro acima do esperado com o aumento dos anúncios na internet;
- Já a Amazon triplicou o lucro com fortes vendas ainda pelo isolamento social e também com expansão forte dos serviços, como os servidores na nuvem;
- Reportagem publicada pelo jornal Valor Econômico diz que Johnson & Johnson teria colocado à venda a marca “Cotonetes” no Brasil;
- A empresa contratou um banco para oferecer a marca a outras empresas e tenta fazer isso há pelo menos três meses;
- Na semana passada, a norte-americana teria recebido uma proposta da catarinense Cremer, que é parte de um grupo chamado Mafra e que é um grande fornecedor de itens para o setor de saúde;
- A proposta, porém, teria ficado abaixo do esperado pela Johnson, diz o Valor;
- AGENDA: IBGE divulga o desemprego oficial de agosto, a pesquisa Pnad Contínua.

Clique aqui para acessar a página do CNN Business no Facebook