Presidente do BB reclamou de possível 'fritura' com Guedes

Segundo pessoas próximas, Brandão vem sentido aumentar a pressão política por seu cargo e teria reclamado para Guedes dessa 'fritura'

Raquel Landim
Por Raquel Landim, CNN  
26 de fevereiro de 2021 às 20:19 | Atualizado 26 de fevereiro de 2021 às 22:43

O presidente do Banco do Brasil, André Brandão, reclamou para o ministro da Economia, Paulo Guedes, de que estaria sem condições para trabalhar diante das especulações sobre sua saída do cargo. Ele, no entanto, não pediu demissão. 

A conversa ocorreu por causa de declarações do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) uma semana atrás após a demissão do presidente da Petrobras, Roberto Castello Branco. Na ocasião, Bolsonaro disse que “semana que vem tem mais”.

novo presidente do Banco do Brasil
André Brandão, novo presidente do Banco do Brasil
Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

 A frase foi interpretada como uma referência ao presidente do Banco do Brasil. Bolsonaro já vinha dizendo a interlocutores que estava insatisfeito com Brandão por conta do fechamento de agências para aumentar a lucratividade.

Segundo pessoas próximas, Brandão vem sentido aumentar a pressão política por seu cargo e teria reclamado para Guedes dessa “fritura”. No entanto, não colocou o cargo à disposição.

Nesta sexta-feira (26), as ações do BB caíram quase 5% por causa das especulações e o banco divulgou um fato relevante informando que “não houve pedido de renúncia de seu presidente”.