Huawei estima receber US$ 1,2 bilhão com licenciamento de patente de 2019 a 2021

De acordo com a companhia, a taxa de royalties do preço do smartphone 5G multimodo será de US$ 2,50 por unidade

Tamires Vitorio, do CNN Brasil Business, em São Paulo
17 de março de 2021 às 12:08 | Atualizado 17 de março de 2021 às 12:11
Huawei 5G
Foto: Reuters/Dado Ruvic

A empresa chinesa Huawei estima receber, em receitas de licenciamento de patentes, cerca de US$ 1,2 bilhão a US$ 1,3 bilhão entre 2019 e 2021. De acordo com a companhia, a taxa de royalties do preço do smartphone 5G multimodo será de US$ 2,50 por unidade. 

"A Huawei tem sido o maior contribuidor técnico para os padrões 5G e segue princípios justos, razoáveis e não discriminatórios quando se trata de licenciamento de patentes", disse Jason Ding, chefe do Departamento de Direitos de Propriedade Intelectual da Huawei, na terça-feira (16). "Esperamos que a taxa de royalties anunciada aumente a adoção do 5G dando aos implementadores uma estrutura de custos mais transparente que informará suas decisões de investimento no futuro", completou.

A informação está presente em relatório da Huawei sobre inovação e propriedade intelectual. No documento, a empresa afirma que "se tornou uma das maiores detentoras de patentes do mundo por meio de investimentos contínuos em inovação". "No final de 2020, a Huawei detinha mais de 100.000 patentes ativas em mais de 40.000 famílias de patentes em todo o mundo", diz o estudo. 

Segundo Ding, "os pedidos de patentes mundiais da Huawei estavam no mesmo nível de outros líderes da indústria no início dos anos 2000, e o sucesso da Huawei hoje é resultado de seu investimento de longo prazo em inovação e P&D".