Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Haddad não comentará decisão do Copom até próxima semana e vê com naturalidade o debate sobre corte

    Banco Central reduziu na quarta-feira (8) a Selic em 0,25 ponto percentual, para 10,5% ao ano

    Ministro Fernando Haddad 
    Ministro Fernando Haddad  28/12/2023 - REUTERS/Adriano Machado

    Reuters

    O ministro da Fazenda, Fernando Haddad, disse nesta quinta-feira (9) que não comentará a decisão do Comitê de Política Monetária do Banco Central (Copom) da véspera de reduzir o ritmo de corte da taxa Selic até que seja publicada a ata da reunião na próxima semana, mas afirmou ver com “naturalidade” o debate técnico em torno da questão.

    “Eu declarei que comentaria (a decisão do Copom) eventualmente depois de ler a ata”, disse Haddad em coletiva de imprensa, em Brasília.

    “Vejo com naturalidade o debate técnico em torno dessa questão”.

    Na quarta-feira (8), o Copom anunciou sua decisão de reduzir a taxa básica de juros em apenas 0,25 ponto percentual, após seis cortes consecutivos de 0,5 p.p. desde o início do ciclo de afrouxamento monetário em agosto do ano passado. A Selic agora está em 10,5% ao ano.