Prime Time

seg - sex

Apresentação

Ao vivo

A seguir

    Disputa em BH tem esquerda dividida, centro “pulverizado” e direita unificada, diz CEO da AtlasIntel à CNN

    Pesquisa sobre a situação da disputa pela prefeitura da capital mineira foi divulgada com exclusividade nesta quinta-feira (25)

    Maria Clara Matosda CNN* São Paulo

    O cenário da disputa pela prefeitura de Belo Horizonte mostra a esquerda dividida, o centro pulverizado e direita unificada, disse à CNN o CEO da AtlasIntel, Andrei Roman, em participação no CNN Prime Time (diariamente, às 20h) nesta quinta-feira (25).

    Para Roman, a capital mineira vive em um contexto em que o centro está pulverizado, com o pré-candidato Bruno Engler (PL) assumindo o papel de unificação no espaço bolsonarista.

    “Minas Gerais é hoje um dos centros mais importantes de militantes bolsonaristas”, disse o diretor executivo. “E Belo Horizonte não escapa essa lógica de mobilização muito forte do bolsonarismo”.

    O pré-candidato do PL domina o cenário desde a pesquisa de dezembro de 2023 da Atlas.

    Em relação à esquerda, o CEO disse acreditar que a dupla candidatura, com as opções do petismo por Rogério Correa e uma candidatura “bastante forte” de uma esquerda “mais identitária e mais moderna” com a deputada federal Duda Salabert (PDT), acabe canibalizando e, consequentemente, dividindo as intenções de voto do setor.

    A deputada aparece em terceiro lugar na disputa, logo após Correia, com 10% das intenções.

    Pesquisa da AtlasIntel feita em parceria com a CNN mostra Bruno Engler (PL) como líder na disputa pela prefeitura de Belo Horizonte, com 31% das intenções de voto.

    Depois, aparece o deputado federal e pré-candidato pelo PT, Rogério Correia, com 16,4%. A pesquisa foi divulgada com exclusividade nesta quinta-feira (25).

    *Sob supervisão de Nathan Lopes