Turma do Pagode faz show em condomínio para arrecadar doações

Live solidária mudou a rotina dos moradores do local e vai ajudar instituições beneficentes de São Paulo

Lara Mota, da CNN, em São Paulo
23 de maio de 2020 às 00:04

As lives estão bombando nesse período de quarentena e muita gente tem aproveitado esses momentos para conseguir doações para quem precisa. Foi o que fez a banda Turma do Pagode, que transmitiu um show ao vivo em um condomínio em São Paulo, enquanto os moradores e o público doavam cestas básicas para instituições selecionadas. 

Toda uma estrutura profissional foi montada ao lado da piscina para a transmissão pela internet. Esquema que foi possível graças a um dos produtores da banda, Thiago Beatriz, que mora no local. ''O 'Turma' já vem fazendo lives há um tempo, eu tive o prazer de participar da direção da primeira. Quando eles me chamaram para fazer essa, a gente falou: o que dá para fazer que seja diferente, para continuar arrecadando alimentos?" 

Leia também

Sem festival, Cannes lança cinema dentro dos carros com pipoca e máscaras

Paralisação da indústria do audiovisual pode causar mudanças no setor

Antes eles precisaram da aprovação dos moradores do prédio. Teve até reunião virtual de condomínio, como revela o síndico Laerte Algate. "Nós fizemos uma votação eletrônica, 90% do pessoal aprovou e começamos a tocar o projeto", diz. A ideia era aproveitar a audiência, no local e na internet, para conseguir cestas básicas e outras doações. "Nós estamos tentando fazer uma arrecadação regional, para arrecadar alimentos, produtos de higiene e limpeza", afirma Laerte. 

"Para a gente passar desse momento difícil, para a gente ter um pouco de entretenimento, um pouco de diversão. Essa é a intenção das lives, né?", diz Caramelo, músico da Turma do Pagode. Que completa: "Também ajudar as pessoas com doações e com alimentos".

Deu certo. Tanto a iniciativa solidária quanto a parte musical. As doações serão entregues a cinco instituições de caridade da região, que serão ajudadas pela iniciativa.